Qualidade

Qualidade

Qualidade 150 150 Cimento Itambé

Sistema de Controle de Qualidade do Cimento Portland

As determinações de qualidade e da quantidade das matérias-primas que vão constituir os diversos tipos de Cimento Portland não podem ser feitas atendendo simplesmente o produto. Hoje, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) prepara e divulga normas técnicas que são usadas no mercado como padrão de referência, as quais definem não somente as características e propriedades mínimas que os cimentos Portland devem apresentar, como também os métodos de ensaios empregados para verificar se esses cimentos atendem às exigências das respectivas normas.

As normas técnicas são elaboradas pela ABNT e a qualidade é aferida pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e nos princípios do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade industrial (INMETRO).

Quando um saco de cimento apresenta um selo de Qualidade ABCP, isto significa que o produto nele contido está de acordo com as normas técnicas brasileiras, sendo produzido em conformidade com as exigências vigentes. Observe nossa embalagem.

Atualmente a Cimento Itambé produz 5 tipos de cimento, os quais são submetidos a rigoroso controle de qualidade, englobando desde o recebimento das matérias-primas até o produto final. Dentro do Departamento de Produção, o Setor do Laboratório é responsável pela “Garantia da Qualidade”, realizando para isso uma série de ensaios físicos e químicos.

Dentro destes ensaios podemos citar:

– Espectrometria de Raios X: equipamento de alta tecnologia utilizado para determinação química dos elementos presentes no cimento, bem como em qualquer matéria-prima. Visando precisão dos resultados, este equipamento passa por calibração periódica, através de padrões internacionais.

– Câmara úmida: equipamento utilizado para manter os corpos de prova em ambiente climatizado segundo norma, 95% de umidade relativa, durante as primeiras 24 horas.

– Prensa Hidráulica Eletrônica: através deste equipamento são verificadas as resistências à compressão da amostra diária dos cimentos expedidos.

– Peneirador Aerodinâmico: utilizado para controle da granulometria do cimento, bem como das demais matérias-primas.

– Permeabilímetro de Blaine: equipamento utilizado em indústria cimenteira para determinação da superfície específica do cimento.

– Titulador automático: utilizado para determinação via úmida dos compostos químicos do cimento e matéria-prima.

– Aparelho de Vicat: equipamento utilizado exclusivamente em indústria cimenteira para determinação do tempo de início e fim de pega.

– Microscópio Óptico: utilizado para ensaio de microscopia de clínquer, com objetivo de acompanhar e avaliar todo processo produtivo.

– Calorímetro: equipamento utilizado para determinação do poder calorífico dos combustíveis.

– Agulha de Lê Chatelier: utilizado para determinação da expansibilidade dos diversos tipos de cimento.

Além destes ensaios, existem muitos outros de acompanhamento do processo, os quais compõem a rotina do Laboratório.

Equipe

A equipe do Laboratório é composta por 10 pessoas sendo: 1 Coordenador, 1 Técnico Químico, 3 Analistas Físicos e 5 Controladores Químicos, trabalhando em regime de 24 horas. O Laboratório da Cia. de Cimento Itambé recebe diariamente 90 amostras, sendo 70 do processo produtivo e 20 do Departamento de Mineração, resultando aproximadamente em 5 mil ensaios mensais, apenas na rotina normal do Laboratório. Dentro desse controle, ainda realizamos trimestralmente amostras de intercâmbio junto à ABCP.

Resultado

Todo esse trabalho assegura que nosso produto atenda às metas internas, as quais são superiores às Normas ABNT vigentes, como por exemplo, os cimentos de classe 32, que apresentam resistências acima de 38 MPa, onde a norma exige no mínimo 32 MPa.

Com isso a Cia. de Cimento Itambé garante aos seus clientes um produto de altíssima qualidade.
Referência:
Créditos: José Sebastião da Silva Junior – Gerente de Produção da Itambé

16 de maio de 2007

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil