Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Prêmio Soluções para Cidades é de alunos da Universidade Feevale

Área Técnica, Comportamento e Carreira, Gestão, Inovação, Sobre Concreto, Teoria e Prática, Universidade e Pesquisa 19 de outubro de 2010

Projeto foi escolhido pela originalidade e criatividade

Por: Lilian Júlio

Os alunos vencedores mostram seu projeto e o prêmio de primeiro lugar

Promovido pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), o Prêmio Soluções para Cidades incentiva alunos de arquitetura e urbanismo a desenvolverem um mobiliário urbano que pudesse ser aplicado em diversas funções. O projeto vencedor foi o dos alunos da Universidade Feevale (RS), Karen Kussler e Guilherme Osterkamp.

A premiação ocorreu no dia 27 de agosto, durante a Concrete Show, em São Paulo (SP). A cerimônia foi conduzida pelo presidente da ABCP, Renato Giusti, e por Rafael Schimidt, conselheiro da diretoria do IAB. O segundo colocado foi o projeto dos alunos Hudson Gonçalves Martins e Juan Carlos Câmara, do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, e o terceiro coube a Ana Maria Freire, André Figueiredo, Bruno Firmino e Maria Cavalcanti, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além dos três primeiros colocados, que receberam prêmios em dinheiro, outros projetos receberam menções honrosas e destaques na cerimônia.

Projeto original

O projeto desenvolvido pelos alunos da Feevale se destacou pela multiplicidade de aplicações

O trabalho de Karen e Guilherme consistia em uma peça de concreto pré-moldado, chamada de Drop. Com esta peça é possível compor bancos, lixeiras, bicicletários, postes de iluminação e brinquedos infantis. “A proposta do prêmio era a criação de um mobiliário urbano para uma praça, mas que pudesse ser aplicado em vários espaços da cidade e em diversas funções”, explica Karen, uma das vencedoras.

“O projeto vencedor chamou a atenção pela originalidade, flexibilidade de utilização e possibilidade de produção em escala industrial”, conta Hugo Rodrigues, gerente de comunicação da ABCP. Para ele, a proposta de Karen e Guilherme já havia se destacado nas primeiras reuniões de avaliação. “O impacto visual da proposta e a possibilidade de diversos usos são critérios fundamentais na hora do julgamento. E foi aí que o projeto dos alunos da Feevale se destacou”.

Hugo Rodrigues

A oportunidade, agora, é transformar o projeto em produto. “A comissão julgadora sugeriu aos vencedores que busquem a patente das peças propostas, assim como o desenvolvimento do projeto e a produção do mobiliário em escala industrial”, comenta Rodrigues. “Estamos estudando as propostas e vamos desenvolver um protótipo do Drop para tirar o projeto do papel e pensar numa produção”, revela a aluna Karen.

Prêmios como incentivo acadêmico

De acordo com Hugo Rodrigues, da ABCP, concursos como o Prêmio Soluções para Cidades auxiliam a fortalecer o ensino de arquitetura e a cultura do emprego dos sistemas construtivos à base de cimento no Brasil. “Apesar do nosso país ser tradicionalmente construído em concreto a gente não pode deixar de incentivar, cada vez mais, os nossos futuros profissionais a aprofundarem seus conhecimentos nestes sistemas”, explica. “Sempre que puder a associação vai incentivar esse tipo de atividade no meio acadêmico, pois cabe a nós, profissionais, fomentar a formação dos futuros arquitetos e urbanistas”.

Além do fortalecimento do ensino, Rodrigues vê os prêmios voltados a estudantes de forma muito positiva. “Eles fomentam uma maior integração entre professor e alunos, já que todo projeto precisa de um orientador; gera interesse no estudante para se aprofundar em determinados temas – ele precisa conhecer detalhes do que irá propor; incentiva a participação em concursos desde os bancos universitários; e leva o aluno a ter contato com a realidade da profissão”, afirma. Segundo Rodrigues, esses aspectos são fundamentais para o desenvolvimento profissional do setor.

Já para os alunos que desenvolvem os projetos, fica o desejo de continuar o trabalho. “O reconhecimento que temos após a premiação é incrível! Participar do prêmio é muito gratificante e agora queremos desenvolver nosso projeto ainda mais”, finaliza Karen.

Entrevistado
Hugo Rodrigues
Engenheiro civil com MBA em Comunicação e Marketing. Gerencia a área de Comunicação da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Tags:
Leia também: