Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Prédio mais alto da América Latina terá até estádio

Inovação, Obras Inovadoras 15 de outubro de 2014

Torre Rampa começa a ser construída em novembro de 2014, em Buenos Aires, e alcançará 335 metros, com 65 mil m³ de concreto

Por: Altair Santos

A Argentina vai erguer um novo arranha-céu em Buenos Aires, e o projeto – escolhido pessoalmente pela presidente Cristina Kirchner – é ousado. Propõe ser uma espécie de torre de babel portenha, abrigando diversos serviços e eventos culturais em um único espaço. Por isso, suas estruturas são igualmente ambiciosas. A torre de 335 metros de altura será a maior do continente sul-americano e reunirá, além de segmentos da indústria de entretenimento argentina, um condomínio, um hotel e um estádio próprio para shows, com capacidade de 15 mil lugares.

Torre Rampa, em Buenos Aires: projeto de edifício mais alto do continente sul-americano tem prazo de validade

Projetado pelo escritório MRA + A Alvarez, Bernabó e Sabatini, as obras começam em novembro de 2014 e serão concluídas em cinco anos (2019). A execução estará a cargo da empreiteira argentina Riva S.A. Serão 67 andares, construídos em um terreno de 216 mil m² na Ilha Demarchi, no sul de Buenos Aires. O estádio ocupará 13 mil m². A fachada do prédio será curvilínea, com a base horizontal que se alonga em direção ao céu, e terá as cores branco e azul celeste. “Trata-se de um símbolo da cidade de Buenos Aires”, disse Cristina Kirchner, ao anunciar a obra.

Financiado com recursos públicos, o prédio será erguido em estrutura mista de concreto, aço e vidro. Estima-se que consumirá 65 mil m³ de concreto, a um custo de R$ 700 milhões. Entre as maiores edificações já construídas no continente, ele irá superar a torre Gran Santiago (300 metros), em Santiago do Chile, e a torre Insignia (330 metros), em Monterrey, no México. No entanto, não deve durar muito tempo o reinado da Torre Rampa – como tem sido chamada na Argentina – como o edifício mais alto das Américas do Sul e Central. Outros três projetos em andamento também buscam esse título.

Megatorres
Um deles já está em obras na Colômbia. Trata-se da Megatorre Avenida 19, na cidade de Bogotá, que atingirá 462 metros de altura e terá 95 andares. O complexo promete ficar pronto em 2020. No Brasil, o escritório de arquitetura FarKasVölGyi está à frente do Complexo Andradas, em Belo Horizonte-MG, e que espera alcançar 350 metros. Já na Cidade do Panamá, no Panamá, o Megapolis Nortia Tower, da Pinzon Lozano & Asociados, terá 333,6 metros e 86 andares.

Enquanto o prédio público não desponta na capital argentina como o mais alto do continente, Buenos Aires assiste à evolução da Alvear Tower. O empreendimento será inaugurado até 2016 e terá 235 metros de altura. As obras atingiram a metade em agosto de 2014 e já consumiram 22 mil m³ de concreto. Calcula-se que para chegar aos 56 pavimentos, como prevê o projeto original, serão precisos mais 23 mil m³. Este será o prédio mais alto da Argentina – pelo menos até 2019.

Entrevistado
MRA + A Alvarez, Bernabó e Sabatini (por email)
Contato: info@mraya.com.ar

Crédito Foto: Divulgação/MRA + A Alvarez, Bernabó e Sabatini

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também:

2 Comentários