Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Pré-fabricado foi destaque na Construction Expo 2013

Agenda de Eventos, Gestão, Gestão de Obras, Inovação, Novas Tecnologias, Universidade e Pesquisa 12 de junho de 2013

ABCIC montou salão dentro da feira e ainda promoveu curso para desmistificar o uso da construção industrializada em canteiros de obras

Por: Altair Santos

De 5 a 8 de junho de 2013, a Construction Expo transformou-se no QG da construção civil nacional e internacional. A feira, que ocorreu em São Paulo, reuniu expositores de 15 países e atraiu para o Construction Congresso – evento coligado à exposição – palestrantes de 135 organismos ligados à cadeia produtiva do setor. Entre os debates, os sistemas inovadores de construção centralizaram as atenções. Sobretudo, por que o Brasil tem 8.500 projetos de obras que dependem da tecnologia para se viabilizar. Destes, 46% estão vinculados ao setor de óleo e gás, 25% ao de transporte, 14% ao de energia, 10% ao de indústria, 2% ao de saneamento, 2% ao de infraestrutura esportiva e 1% ao de infraestrutura. “Estamos falando de R$ 1,6 trilhão em investimentos”, disse Mário Humberto Marques, vice-presidente da Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração), organizadora da feira.

Salão da ABCIC: espaço aproximou fabricantes de clientes, dentro da Construction Expo.

Para Afonso Mamede, presidente da Sobratema, o papel da Construction Expo foi propor caminhos e soluções para o desenvolvimento tecnológico da construção civil. Neste aspecto, o salão da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada do Concreto) foi emblemático. Quem visitou o espaço pode conhecer melhor as vantagens do sistema de construção industrializada de concreto. Entre elas, maior durabilidade, resistência, precisão, redução de custos, agilidade em atender prazos mais ousados e qualidade. Dentro do Construction Congresso, a ABCIC também promoveu um curso sobre pré-fabricados de concreto. As aulas foram ministradas pelo engenheiro projetista Carlos Franco. “Trata-se de uma forma interessante de divulgação e de desmistificação do pré-fabricado”, constata Franco.

Entre as falsas ideias que ainda existem no mercado há a de que o pré-fabricado serve apenas para uso em obras repetitivas e industriais. Hoje, segundo Carlos Franco, o pré-fabricado tem condições de atender a inúmeras tipologias e aplicações de obras, inclusive a residencial. Outra mística que paira no mercado se refere ao custo e à rigidez de formas desse tipo de sistema construtivo, o que não é verdade, segundo o engenheiro. “O pré-fabricado dialoga com outros métodos construtivos, inclusive as construções metálica e in loco”, diz. Por isso, o foco do curso, segundo Carlos Franco, foi atingir um público diversificado, de arquitetos a engenheiros e até estudantes, utilizando-se uma linguagem acessível e, ao mesmo tempo, bem completa do sistema, dando a cada um dos segmentos a possibilidade de desenvolvimento, expansão e pesquisa.

Iria Doniak, presidente-executiva da ABCIC: curso dentro da feira atraiu grande interesse.

De acordo com a presidente-executiva da ABCIC, Íria Lícia Olívia Doniak, essa é a primeira vez que essa atividade é realizada como apêndice de um evento como a Construction Expo. Para ela, a expressiva procura pelo curso foi uma grata surpresa, atingindo um número significativo de participantes. A dirigente destacou ainda que a Construction Expo foi também um canal para aproximar fabricantes de pré-fabricadosdos clientes. “A feira proporcionou uma oportunidade para essas companhias aprofundarem o relacionamento entre eles e com seus clientes. Além disso, deixou um legado institucional de conteúdo e informações, que poderão ser trabalhados posteriormente em outras ocasiões para divulgação do sistema construtivo”, avalia.

 

 

Entrevistado
Carlos Franco, projetista de estruturas e consultoria em pré-moldados de concreto.
Currículo
– Carlos Franco graduado em engenharia civil, com especialização em engenharia de estruturas, pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie.
– Atuou por mais de 16 anos no Escritório Técnico Julio Kassoy e Mário Franco, atingindo a posição de engenheiro coordenador.
Cursou a extensão em administração industrial da Fundação Vanzolini, no período de 1993 a 1995.
– Atuou como Assessor Técnico na PAVI do BRASIL, pré-fabricação Tecnologia e Serviços, no âmbito da construção industrializada e no emprego do GFRC de 2001 à 2002.
– Foi Gerente de Projetos e Responsável Técnico na STAMP  Painéis Arquitetônicos, onde coordenou diversas obras,além de ter participado em diversos projetos de desenvolvimento tecnológico, no período de 2003 à 2005, Inclusive junto à matriz Canadense, BÉTONS PREFABRIQUÉS DU LAC.
– Atualmente dirige a CAL-FAC, empresa que atua em projeto estruturais convencionais e pré-fabricados.
Contato: www.constructionexpo.com.br / calfac@calfac.com.br / abcic@abcic.org.br
Créditos fotos: Cia. de Cimento Itambé

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Leia também: