PR tem mais construtoras entre as 500 maiores do Sul

Carlos Peres: ranking mostra o dinamismo da economia da região sul

PR tem mais construtoras entre as 500 maiores do Sul

PR tem mais construtoras entre as 500 maiores do Sul 1024 813 Cimento Itambé

Tradicional ranking da revista Amanhã lista principais empresas do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Ao todo, 36 se destacam

Por: Altair Santos

O tradicional ranking das 500 maiores empresas do sul do país foi divulgado no final de outubro, em Porto Alegre-RS. A lista traz as companhias que mais se destacam em seus respectivos setores, seja no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina ou no Paraná. No segmento construção e imobiliário, o Paraná se destaca com o maior número de empresas ligadas à construção civil. O estado teve 17 listadas, contra 12 do Rio Grande do Sul e 7 de Santa Catarina. A melhor do sul do país, segundo a revista Amanhã, é a Construtora Triunfo S/A, que na relação geral aparece na 73ª posição.

Construtoras da região sul não estão no topo do ranking das 500 maiores empresas da região Sul.

Construtoras da região sul não estão no topo do ranking das 500 maiores empresas da região Sul.

Parte da explicação para o bom desempenho da construção civil paranaense no ranking anual da revista Amanhã está no fato de o Paraná ter se tornado a 4ª principal economia do país, a partir dos dados econômicos de 2013. O estado ultrapassou o Rio Grande do Sul e passou a responder por 6,3% de todas as riquezas geradas no país, atrás apenas de São Paulo (32,1%), Rio de Janeiro (11,8%), Minas Gerais (9,2%). O Rio Grande do Sul ficou com 6,2%. A mudança de patamar da economia paranaense é histórica. Desde 1949 o Paraná ocupava a posição de 5ª maior economia do Brasil.

Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e confirmados pelo Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social). “O Paraná adensou sua estrutura produtiva nos últimos anos, com um agronegócio pujante, e que não pode ser igualado hoje por nenhum outro estado do Sul e do Sudeste. Ao mesmo tempo, atraiu um ciclo de investimentos produtivos. Isso, obviamente, se reflete na construção civil do estado”, avalia Júlio Suzuki Júnior, presidente do Ipardes.

No balanço geral do ranking da revista Amanhã, no entanto, as empresas do Rio Grande do Sul ainda são maioria. O estado ranqueou 193 corporações, contra 181 do Paraná e 126 de Santa Catarina. Na soma dos faturamentos de 2014, as companhias gaúchas contabilizaram R$ 174 bilhões. No Paraná, esse valor chegou a R$ 166 bilhões no ano passado, considerando apenas receitas líquidas. A primeira empresa no ranking geral da revista Amanhã é a Gerdau. Em 1991, a indústria era uma empresa de base regional e não passava da 5ª colocação entre as maiores do Rio Grande do Sul. Em duas décadas e meia, tornou-se uma multinacional brasileira, alçando a posição de número 1 não apenas na economia gaúcha, mas em toda a região sul.

Carlos Peres: ranking mostra o dinamismo da economia da região sul

Carlos Peres: ranking mostra o dinamismo da economia da região sul

Economia dinâmica
O ranking é auditado pela PwC, que levanta os dados das companhias através do Valor Ponderado de Grandeza (VPG). O índice apresenta a saúde financeira das empresas não apenas em função da renda, mas pela ponderação de três indicadores financeiros: patrimônio líquido (50%), receita líquida (40%) e lucro líquido ou prejuízo (10%). Por uma questão de credibilidade, todas as informações são extraídas de uma única fonte: os balanços financeiros das corporações listadas. De acordo com os dados de 2014, as marcas que mais cresceram foram as cooperativas industriais. “Nessas mais de duas décadas, vimos várias vezes a economia do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná mudar. As cooperativas industriais são apenas um exemplo disso. Elas conseguiram crescer além de suas fronteiras geográficas, inclusive no cooperativismo de crédito”, diagnosticou Carlos Peres, sócio da PwC Brasil e líder para a região Sul.

Quanto ao fato de as empresas ligadas à construção civil aparecerem apenas do 70º lugar do ranking para baixo, os analistas entendem que a lista reflete o impacto da crise econômica no setor. Outra explicação é o dinamismo da economia dos três estados. “Em pouco mais de duas décadas, tudo mudou. Ao analisar os motivos pelos quais companhias entraram ou saíram da listagem, nota-se o saldo positivo de uma economia mais dinâmica, competitiva e internacionalizada. Colocados lado a lado, os rankings contam a história da economia da região sul. Relatam, por exemplo, como tantas empresas do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul saíram de cena por terem sido desestatizadas ou incorporadas por outros grupos. É salutar para a economia dos três estados essa oscilação no ranking”, define Carlos Peres.

Infográfico
Construtoras e incorporadoras com destaque no ranking das 500 maiores do Sul
Empresa Estado Posição no ranking geral
1º Construtora Triunfo S/A PR 73º
2º Grupo Habitasul RS 80º
3º Grupo Plaenge PR 85º
4º Cohapar PR 90º
5º Cesbe S/A PR 94º
6ª Goldztein Cyrela RS 101º
7º CR Almeida PR 114º
8º Combrashop PR 125º
9º A. Yoshii Engenharia PR 132º
10º Toniolo, Busnello S/A RS 159º
11º Melnick Even RS 168º
12º Arena Porto Alegrense RS 195º
13º Hacasa SC 198º
14º Grupo Thá PR 208º
15º Saha PR 234º
16º Nex Group RS 247º
17º Karagounis RS 254º
18º Ivaí Engenharia PR 274º
19º Perville SC 289º
20º Jota Ele PR 303º
21º Cohab-PR PR 310º
22º Vikan participações RS 320º
23º Zita Empreendimentos SC 325º
24º Construtora Castilho PR 335º
25º Intertechne PR 336º
26º Shopping Park Europeu SC 356º
27º Hoelzel RS 418º
28º SBS Engenharia RS 424º
29º Koerich SC 446º
30º Merisa S/A PR 459º
31º Trevisa RS 460º
32º Seta Engenharia SC 479º
33º Paraná Empreendimentos PR 481º
34º Invespark PR 483º
35º STE Engenharia RS 485º
36º Rögga S/A SC 488º

Entrevistados
Carlos Peres, sócio da PwC Brasil e líder para a região Sul
Júlio Suzuki Júnior, presidente do Ipardes

Contatos
carlos.peres@br.pwc.com
diretoria@ipardes.pr.gov.br

Créditos Fotos: Divulgação e Divulgação/Daniel Derevecki

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil