Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

PET Civil: no que eles ajudam os futuros engenheiros?

Gestão, Mercado da Construção, Qualificação Profissional, Universidade e Pesquisa 1 de novembro de 2017

Programas de Educação Tutorial servem como ferramentas para melhorar a graduação e estimular trocas de conhecimento entre estudantes

ENAPET 2017, realizado em agosto em Brasília: trabalhos acadêmicos ajudam a melhorar cursos de engenharia civil

ENAPET 2017, realizado em agosto em Brasília: trabalhos acadêmicos ajudam a melhorar cursos de engenharia civil

Os Programas de Educação Tutorial (PET) de Engenharia Civil, mais conhecidos como PET Civil, estão presentes em praticamente todas as universidades públicas brasileiras. O objetivo é que eles sirvam como ferramentas para melhorar a graduação, estimulando trocas de interesses e disseminando conhecimento. Os PET Civil se utilizam bastante da internet para cumprir essas funções. Anualmente, eles também promovem encontros nacionais. Os eventos, conhecidos como ENAPET (Encontro Nacional dos PET) reúnem não apenas participantes de cursos de engenharia civil, mas também de outras graduações. A edição de 2017 ocorreu em Brasília-DF.

Nos ENAPET são apresentados trabalhos que demonstram a real função dos Programas de Educação Tutorial, que é propagar assuntos de interesse comum e procurar orientar estudantes que tenham dificuldades em alguma disciplina. Normalmente, grupos de professores atuam como tutores dentro do programa. O resultado deste trabalho pode ser visto em Brasília, onde os PET Civil se destacaram pelo volume de temas mostrados. Alunos da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) fizeram a apresentação da pesquisa “Responsabilidade social: a influência do programa de educação tutorial na formação de engenheiros civis”.

Já a Universidade Federal do Paraná (UFPR) apresentou o trabalho “Vídeos didáticos como ferramentas de aprendizado no curso de engenharia civil da UFPR”. Destacou-se também a apresentação do PET Civil da Universidade Federal do Ceará (UFC), intitulado “Curso de Pré-engenharia”. Nele, os veteranos dão aula de reforço de matemática e física para os calouros com dificuldades e orientam também como os novos alunos devem se preparar para o que virá na graduação. Trabalho semelhante faz a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com o programa “Calourada da Civil”.

Regulamentação

Criado em 1979 pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) o Programa de Educação Tutorial é regulamentado e reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação). Ele é definido como “um programa acadêmico direcionado a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação, cujos objetivos são: a melhoria do ensino de graduação, a formação acadêmica ampla do aluno, a interdisciplinaridade, a atuação coletiva, o planejamento e a execução de um programa diversificado de atividades acadêmicas”.

Atualmente, o PET está sob a responsabilidade do Departamento de Projetos Especiais de Modernização e Qualificação do Ensino Superior (DEPEM) e é avaliado anualmente por uma comissão local, dentro de cada universidade, em conjunto com uma comissão de avaliação do SESu/MEC (Secretaria de Educação Superior). Dependendo do desempenho, eles podem sofrer intervenção destas comissões ou até serem fechados. O PET de cada uma das graduações, dentro das universidades, é importante também para manter o grau de qualidade do curso. Não existe um ranking de PET Civil, já que cada um opera de acordo com a realidade de cada universidade pública do país. Pioneiros, os PET Civil são maioria.

Entrevistado
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
(via assessoria de imprensa)

Contato: imprensa@capes.gov.br

CréditoFoto: UFMS

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: