Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Evento em Paris comemora os 200 anos do cimento

Área Técnica, Sobre Cimento 18 de outubro de 2017

Para franceses, experiência de Louis Vicat, em 1817, marca a descoberta do material, apesar de o Cimento Portland ter surgido em 1824

Por: Altair Santos

O simpósio “O Futuro do Cimento”, realizado recentemente em Paris, comemorou os 200 anos da descoberta de Louis Vicat, que, segundo os franceses, em 1817 conseguiu produzir o primeiro material similar ao cimento. O engenheiro francês também se antecipou ao britânico Joseph Aspdin, que em 1824 patenteou o que ele batizou de “Cimento Portland“. Passados dois séculos, o evento na França discutiu o material como elemento transformador no novo milênio. Também elencou os desafios da indústria, que se debruça para produzir um cimento que gere concretos cada vez mais resistentes e duráveis, porém com menos consumo de energia e menor emissão de CO2.

Ponte em Grenoble, na França, construída por Louis Vicat, em 1855, é considerada a primeira estrutura em concreto armado do mundo

Ponte em Grenoble, na França, construída por Louis Vicat, em 1855, é considerada a primeira estrutura em concreto armado do mundo

Para o presidente da Association Technique de l’Industrie des Liants Hydrauliques (ATILH) – organismo francês que abrange as indústrias de cimento no país -, Raoul de Parisot, o material segue contemporâneo. “O cimento é um protagonista dos desafios que a construção e o urbanismo enfrentam neste século. Estruturado em uma economia que busca ganhos ambientais, ele se renova para contribuir com essas exigências. Gerando concretos muito mais duráveis, o cimento tem atuado de forma gratificante neste cenário. Esse simpósio internacional mostra a expressão da nossa indústria”, diz.

O grande homenageado do evento foi Louis Vicat (1786-1861), que em 1817 conseguiu isolar uma cinza artificial composta de calcário e sílica para produzir cimento – era o ancestral do clínquer. A partir desta descoberta, o engenheiro francês desenvolveu a teoria que especificava as proporções dos vários componentes necessários para a fabricação de cimento. Em 1824, o inglês Joseph Aspdin aprimorou a pesquisa, criando o Cimento Portland e patenteando a invenção. A primeira fábrica de cimento também surgiu na França, em 1848. Após a consolidação do cimento, Louis Vicat, usando o material que havia descoberto, projetou e construiu várias pequenas pontes na região de Grenoble, onde morava, criando também os primeiros conceitos do concreto armado.

Reconhecido pela UNESCO

Simpósio “O Futuro do Cimento” reuniu pesquisadores de vários países em Paris

Simpósio “O Futuro do Cimento” reuniu pesquisadores de vários países em Paris

Pelo conjunto da obra, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) aproveitou o simpósio “O Futuro do Cimento” para homenagear Louis Vicat e incluir sua descoberta na lista de patrimônios da humanidade. “Esta homenagem é para Louis Vicat, que, ao descobrir a fórmula do cimento, trouxe grande contribuição à humanidade. O material transformou a arquitetura das cidades, deu origem a novos métodos de construção e desencadeou edifícios e obras de infraestrutura que melhoraram a qualidade de vida das pessoas”, discursou Daniel Janicot, representante da UNESCO na França.

O simpósio “O Futuro do Cimento” reuniu os principais pesquisadores do mundo sobre cimento e concreto. Durante três dias, foram debatidos temas como tecnologias de controle de emissão de CO2 em fábricas de cimento, durabilidade do concreto, desempenho do concreto com agregados de concreto reciclado, “concretos inteligentes”, aplicações de concreto em energia renovável e tecnologias de construção em 3D, com aplicação de concreto.

Veja aqui vídeo sobre o processo de fabricação de cimento!

Entrevistado
Reportagem com base nas informações passada pela assessoria de imprensa do simpósio “O Futuro do Cimento – 200 anos depois de Louis Vicat”

Contato
info@futureofcement2017.com

Crédito Fotos: Wikiwand e Anett Fischer, ZKG International

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: