Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Paraná terá o maior prédio construído em alvenaria estrutural da Região Sul

Gestão, Inovação, Mercado da Construção, Obras Inovadoras, Tendências construtivas 24 de junho de 2008

Créditos: Engº. Jorge Aoki – Gerente de Assessoria Técnica Itambé

Com o aquecimento dos mercados da construção civil e imobiliário, as empresas destes setores buscam opções que permitam executar obras rápidas e econômicas. Uma dessas alternativas é a alvenaria estrutural, sistema construtivo no qual os blocos de concreto formam as paredes que compõem a estrutura da edificação, além de desempenhar as funções convencionais de elementos de vedação e de divisão de ambientes. Os blocos de concreto permitem a redução do volume de resíduos gerados na obras, das horas de trabalho e do consumo substancial de uma série de insumos, como madeira, aço e revestimentos. Outra vantagem da alvenaria estrutural é a redução de custos de manutenção pós-obra. Exemplos: no detalhamento das paredes são projetadas armaduras adequadas no entorno das aberturas, eliminando-se assim as indesejadas fissuras nos contornos de janelas. Há ainda a redução total das patologias de lajes de cobertura.

A Construtora Baú, que está executando o Felice Condomínio Club, localizado no bairro Água Verde, em Curitiba, adotou a solução para reduzir em dois meses o prazo de entrega do empreendimento, que será composto por dois subsolos, térreo e duas torres com 19 pavimentos cada, sendo um pavimento duplex inferior e um superior, num total de 180 apartamentos. De acordo com o engenheiro Norley Baú, diretor da construtora, trata-se do maior edifício em alvenaria estrutural do sul do Brasil, a ser executado em apenas 18 meses, sendo que a etapa de alvenaria consumirá nove meses.

A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) auxiliou a construtora no planejamento da obra; na busca de projetistas e consultores especializados; no relacionamento com fabricantes de blocos e argamassa; além de ter realizado treinamentos da mão-de-obra para execução e o posterior acompanhamento dos trabalhos visando o aperfeiçoamento progressivo do processo e a sua assimilação pela construtora e, conseqüentemente, pelo mercado.

Fonte: http://www.abcp.org.br/sala_de_imprensa/noticias/concretizando_sul04.shtml



Tags:
Leia também: