Rogério Santos: para quem ganha em dólar, é como se tudo estivesse em promoção no Brasil