Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

O futuro começa agora

Experiência Itambé, Qualificação Profissional 6 de maio de 2008

Somente em 2008, cerca de 150 futuros engenheiros civis já se beneficiaram do convênio entre a Itambé e a UFPR, que está em seu segundo ano, e este número não pára de crescer

Créditos: Engª. Naguisa Tokudome – Assessora Técnico Comercial Itambé

Como resultado da parceria entre a Cia. de Cimento Itambé e a Universidade Federal do Paraná, criada em 2007, foram realizadas no primeiro semestre letivo de 2008 aulas de laboratório para caracterização de alguns materiais da construção, além de palestra sobre o processo de fabricação do cimento. Trata-se de um treinamento que visa a agregar conhecimento para os futuros engenheiros civis através da aproximação da Universidade com a Indústria.

A Itambé enviou dois assessores técnicos para orientar 10 aulas de laboratório, disponibilizou alguns equipamentos da empresa e doou sacos de cimento. Durante as aulas, iniciadas na primeira semana de abril, foram caracterizados agregados miúdos e graúdos. Os alunos foram divididos em equipes e todos tiveram a oportunidade de executar os ensaios. Na terceira semana de abril aconteceu o ensaio físico do cimento, onde os estudantes se mostraram pró-ativos e alguns, voluntariamente, ofereceram-se para moldar corpos-de-prova durante a realização do ensaio de determinação da resistência à compressão, de acordo com a NBR 7215.

Nestas aulas, além de repassar os métodos de execução dos ensaios estabelecidos pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, explicam-se quais são os principais objetivos de cada procedimento normativo e a aplicabilidade prática dos resultados.

No dia 18 de abril, cerca de 150 alunos assistiram a uma palestra sobre o processo de fabricação do cimento Portland, ministrada por Jorge Aoki, gerente da Assessoria Técnica da Itambé.

Os professores da disciplina de Materiais de Construção do curso de Engenharia Civil da UFPR – Marienne do Rocio de Melo Maron da Costa, José Marques Filho e José de Almendra Freitas Jr, são unânimes quanto à opinião sobre o convênio: “O apoio da Cimento Itambé nas aulas de laboratório e em palestras para os alunos é valioso, uma vez que oferece a eles a oportunidade de se depararem com a experiência prática da produção de cimentos no que se refere ao controle de qualidade da matéria-prima e, principalmente, do processo produtivo”.

Para o segundo semestre letivo estão previstas visitas técnicas à fábrica da Itambé, em Balsa Nova, e à central de concreto da Concrebras, aulas de laboratório e palestra de cimento para os estudantes do novo semestre.



Tags:
Leia também: