Novo prédio mais alto de Londres investe no simples

Edifício foi projetado pelo arquiteto Eric Parry e faz parte da revitalização de Londres iniciada em 2012

Novo prédio mais alto de Londres investe no simples

Novo prédio mais alto de Londres investe no simples 1024 609 Cimento Itambé

Com 309,6 metros, 1 Undershaft tem arquitetura retangular, sutil afunilamento no topo e vão térreo que se abre para um amplo espaço público

Por: Altair Santos

Nada de curvas e grandes torres, o edifício 1 Undershaft, que será o mais alto de Londres (309,6 metros), investe na simplicidade arquitetônica. A torre será uma coluna retangular, com um sutil afunilamento no topo, mas sua personalidade estará no vão térreo, que se abre para um amplo espaço público. Idealizado pelo arquiteto Eric Parry, o empreendimento faz parte da revitalização urbana que Londres vem experimentando desde os jogos olímpicos de 2012. Prédio sustentável, o 1 Undershaft terá sua construção centrada em estruturas mistas de concreto e aço, além de fachada envidraçada.

O 1 Undershaft terá sua construção centrada em estruturas mistas de concreto e aço e fachada envidraçada

O 1 Undershaft terá sua construção centrada em estruturas mistas de concreto e aço e fachada envidraçada

No projeto da edificação de 73 andares, e que será exclusivamente para abrigar escritórios, Eric Parry disse que o objetivo é “transmitir calma”. Para isso, o arquiteto idealizou uma fachada envidraçada que dará o efeito, para quem olha o edifício de seu entorno, de que ele é todo branco. A inspiração veio do Monumento a Washington – um obelisco com 170 metros de altura, construído há quase 130 anos na capital dos Estados Unidos para homenagear o primeiro presidente norte-americano (George Washington). O 1 Undershaft só não tem o topo pontiagudo por causa de restrições impostas pela aviação civil.

Outra referência para o prédio é a igreja da era medieval localizada nos arredores do terreno aonde a megaestrutura será construída: a Saint Andrew Undershaft. Daí vem o nome do edifício. A região em que a torre será erguida é conhecida pela grande concentração de escritórios e instituições financeiras. Por isso, Eric Parry projetou um amplo espaço público no vão térreo do 1 Undershaft. A praça é mais uma inspiração arquitetônica dos Estados Unidos: o Rockfeller Center, em Nova York. “O objetivo é que o espaço reúna os londrinos no happy hour”, prevê o arquiteto.

Edifício foi projetado pelo arquiteto Eric Parry e faz parte da revitalização de Londres iniciada em 2012

Edifício foi projetado pelo arquiteto Eric Parry e faz parte da revitalização de Londres iniciada em 2012

Investimento asiático

O 1 Undershaft terá investimento asiático. A Aroland Holdings, que financia arranha-céus em Cingapura e na China, também vai bancar a construção do maior edifício de Londres. A prioridade do grupo sediado em Cingapura é que os empreendimentos sigam os mais rigorosos critérios de certificações de prédios verdes. Esse procedimento surgiu depois que a Aroland Holdings foi incluída em uma lista de 2012, publicada pela revista Newsweek, como uma das menos ecológicas da Ásia. Para reverter essa imagem, a empresa passou a investir em grandes torres sustentáveis.

Entre os requisitos exigidos pela Aroland Holdings, na construção das torres financiadas pelo grupo, estão o uso de concreto com baixa emissão de CO2. À espera da licença ambiental para definir o consórcio que irá construir o 1 Undershaft, o arquiteto Eric Parry avalia que as obras devem começar no final do primeiro semestre deste ano. A expectativa é de que o empreendimento seja entregue até 2020, fechando o ciclo da mais intensa revitalização de Londres, e que fez surgir na cidade uma série de edifícios com mais de 100 metros de altura, o que inaugurou uma nova era de arranha-céus na capital da Inglaterra.

Monumento de Washington inspirou o projeto arquitetônico do 1 Undershaft

Monumento de Washington inspirou o projeto arquitetônico do 1 Undershaft

Entrevistado
Eric Parry Architects (via assessoria de imprensa)
Contato: epa@ericparryarchitects.co.uk

Créditos fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil