Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Novas tecnologias em paredes de concreto

Área Técnica, Construindo Melhor, Gestão, Inovação, Mercado da Construção, Novas Tecnologias, Sobre Cimento, Sobre Concreto, Tendências construtivas 16 de agosto de 2010

Com custos competitivos de construção e prazos menores de execução e acabamento, as paredes de concreto despontam como alternativa para diversos tipos de edificações

Por: Michel Mello

As novas tecnologias de construção em paredes moldadas ou pré-moldadas em concreto, já estão disponíveis para todos os canteiros de obras do país. São sistemas de componentes modernos, que apresentam menor dependência em relação à qualidade da mão de obra e custos reduzidos. As paredes de concreto são indicadas para todas as tipologias de construção e podem ser utilizadas em obras de pequeno, médio e alto padrão, devido a sua grande versatilidade.

Ary Fonseca, consultor da Associação Brasileira de Cimento Portland, especialista em sistemas de concreto

“O que define a escolha de paredes de concreto é uma análise de custos com base em demanda e quantidade”, afirma o consultor Ary Fonseca, especialista da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), em paredes de concreto. “São sistemas que aliam prazos rápidos à alta competitividade, porque incorporam características de racionalização e industrialização em uma mesma obra”, afirma o especialista.

As paredes de concreto podem ser moldadas no local, pré-moldadas ou mesmo pré-fabricadas. Isso reduz os prazos de execução e desenvolve uma logística própria de reorganização das obras. O projeto e a execução em estruturas pré-moldadas e procedimentos técnicos ligados a esse segmento atingiram, em três anos, 50 mil unidades construídas. “E a perspectiva para o setor é que até 2013 tenhamos entre 50 a 100 mil novas unidades”, prevê Ary Fonseca.

“Em razão da demanda reprimida do segmento, eu acredito que a utilização das paredes de concreto seja uma das alternativas mais competitivas no mercado”, antecipa Ary. E o Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS), como o programa de habitação do governo federal, Minha Casa, Minha Vida (MCMV), tem apostado nessa alternativa de construção por apresentarem diversas facilidades como tempo reduzido de execução, baixo custo de produção e menor dependência de mão de obra especializada.

Tipologias da construção

As paredes de concreto podem ser utilizadas em edificações de casas térreas, assobradadas, edifícios de até cinco pavimentos padrão, edifícios de até oito pavimentos com esforço e, em casos especiais, dependendo da especificidade, em edifícios de até 30 pavimentos. Podem ser empregados os métodos de sistema celular ou sistema convencional.

No Brasil são definidos quatro tipos específicos de concreto para esse sistema, são eles:
• Concreto celular;
• Concreto com elevado teor de ar incorporado;
• Concretos com baixa massa específica; e
• Concreto autodensável.

  
O concreto é adensado às paredes através de formas fixas que podem ser de metal, madeira ou mista. Essas formas são colocadas provisoriamente até a secagem final do concreto, no processo chamado de solidificação.

Os tipos de formas mais empregados em sistemas de paredes de concreto são as formas metálicas, compostas de quadros e chapas metálicas. As formas mistas são uma combinação de formas metálicas e compensados, onde quadros da peça metálica são cobertos por chapas de madeira. Já as formas plásticas são quadros e chapas feitos de plástico reciclável. Também existem os sistemas trepantes utilizados em edificações de múltiplos pavimentos.

Vantagens

Entre as diversas vantagens que as paredes de concreto apresentam, podemos destacar a alta produtividade e a rapidez com que se executam as obras. Possui um custo global competitivo, em relação ao custo tradicional e pode ser executada, simultaneamente, estrutura e a vedação.  Dispensando assim a utilização de revestimentos.

Outra vantagem deste tipo de construção é que dispensa a mão de obra qualificada. Com um treinamento básico e simples, operários podem realizar diversos tipos de montagem das partes de concreto.

Entrevistado
Ary Fonseca
– Graduado em Engenharia Civil com extensão acadêmica em Engenharia de Produção na Construção Civil, pela Fundação Vanzolini – Universidade do Estado de São Paulo (USP).
– Especialista em Gestão de Negócios – Fundação Getúlio Vargas (FGV).
– MBA em Negócios – Gestão, Estratégia e Operação – Fundação Dom Cabral.
– Coordenador de desenvolvimento de mercado, no segmento edificações da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).
– Possui mais de 25 anos de experiência no setor da construção civil, com diversificada trajetória profissional (siderurgia, infraestrutura, edificações).
Email: ary.fonseca@abcp.org.br

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Tags:
Leia também:

4 Comentários