Nova ponte Brasil-Paraguai prevê 960 dias de obras

Ponte será construída em concreto protendido e receberá pavimento asfáltico.

Nova ponte Brasil-Paraguai prevê 960 dias de obras

Nova ponte Brasil-Paraguai prevê 960 dias de obras 1024 684 Cimento Itambé

Construção, que está em processo licitatório, vai desafogar tráfego na Ponte da Amizade, que hoje recebe fluxo de 40 mil veículos por dia

Por: Altair Santos

No dia 1º de março era para ter sido definida a contratação das obras para a construção da nova ponte Brasil-Paraguai. Porém, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) adiou o processo para resolver entraves sobre a aquisição de mão de obra estrangeira. A licitação, que ocorrerá na modalidade de Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) tende a ser retomada ainda no 1º semestre de 2013. A partir do momento em que haja uma empresa vencedora, o prazo de execução previsto no edital é de 960 dias consecutivos, contados desde a emissão da ordem de início dos serviços pelo Dnit.

Ponte será estaiada e terá 760 metros de comprimento.

A nova ponte será estaiada, com comprimento total de 760 metros e vão central de 380 metros, além de dois vãos laterais de 190 metros. O tabuleiro apresenta largura total de 19,8 metros, implicando uma área total de tabuleiro de 15.048 m². Sua localização será ao sul da Ponte da Amizade, sobre o Rio Paraná, ligando Foz do Iguaçu ao município paraguaio de Ciudad Presidente Franco. Outra característica técnica é que a obra será construída em concreto protendido e as faixas de rodagem receberão pavimento flexível (asfalto). O projeto foi concebido pela Vetec Engenharia.

Nele, as duas torres de estais terão 136 metros de altura, deixando o leito do rio livre de pilares. A pista de rolamento terá duas faixas e dois acostamentos, duas barreiras e duas passagens para pedestres. Prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) a obra está orçada em R$ 195 milhões, porém somente depois da execução de todos os projetos é que o valor real será conhecido. O governo paraguaio entrará com US$ 720 mil dólares (cerca de R$ 1,4 milhão) para viabilizar as obras de acesso à cidade de Presidente Franco. Do lado brasileiro, será construída uma via de 14,5 quilômetros, interligando a ponte à BR-277.

Ponte será construída em concreto protendido e receberá pavimento asfáltico.

Este acesso viário viabilizará o tráfego de veículos vindos de outras partes do país pela BR-277, sem passar pelo centro de Foz do Iguaçu, o que preservará o tráfego local e agilizará o acesso à nova ponte. Outra função da obra será desafogar a Ponte da Amizade, inaugurada em 1965, e que atualmente recebe 40 mil veículos por dia (caminhões, carros e motos) em média. Para este projeto, o Dnit não exigiu que ele fosse apresentado na modelagem BIM. Com o adiamento da licitação, as empresas interessadas na concorrência estão liberadas a realizar novas visitas técnicas ao local da obra.

Confira o edital de licitação: clique aqui.

 

Entrevistado
Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) (via assessoria de imprensa)
Contato: imprensa@dnit.gov.br
Créditos fotos: Divulgação/Dnit

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil