Metrô transforma vida da Grande Porto Alegre

Metrô transforma vida da Grande Porto Alegre

Metrô transforma vida da Grande Porto Alegre 150 150 Cimento Itambé

Primeira linha da obra estará totalmente concluída em 2010, mas projeto ganhará expansão para a Copa de 2014

Apesar das chuvas que atingiram Porto Alegre e região metropolitana em setembro, as obras que finalizam o trecho da linha 1 do metrô de superfície da Trensurb caminham para serem concluídas em 2010. Dividida em 5 trechos, a construção de 9,3 quilômetros se unirá aos 33,8 quilômetros já concluídos para desafogar o tráfego no trecho entre Porto Alegre e Novo Hamburgo, passando por Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo.

Com o metrô, o morador de Novo Hamburgo poderá ir a Porto Alegre em 55 minutos, evitando o violento e engarrafado trânsito da BR-116. “A etapa final da obra vai incorporar mais 35 mil usuários aos 170 mil usuários que já utilizam o serviço da Trensurb”, afirma o superintendente de Expansão e Obras da Trensurb, engenheiro Humberto Kasper.

O projeto do metrô, concebido em 1976, sofreu atualizações e agregou obras de infraestrutura que vão transformar o entorno da linha 1. “Toda a área sob o elevado receberá estacionamento, ciclovia, pistas para skate e outras demandas que atendam às necessidades da comunidade, assim como drenagem pluvial, saneamento e pavimentação de ruas e calçadas”, explica Humberto Kasper. Além disso, todas as estações do metrô terão interligação tarifária com mais de 280 linhas de ônibus da região metropolitana de Porto Alegre. Esse conjunto construtivo está orçado em R$ 691,25 milhões, incluindo obras civis e sistemas operacionais.

A Concresul utiliza um concreto com especificação exclusiva nas vigas pré-moldadas, fazendo a cura térmica com vapor d’água

A Concresul utiliza um concreto com especificação exclusiva nas vigas pré-moldadas, fazendo a cura térmica com vapor d´água

Construído em sistema elevado, o metrô de Porto Alegre tem todo o concreto da obra fornecido pela Concresul Britagem Ltda. Uma parte dos materiais usados na construção está sendo moldada in loco, como fundações e pilares. Já vigas e lajes são pré-moldadas. O sócio-gerente da Concresul, Pedro Antônio Reginato, revela que a obra está utilizando um concreto com especificação exclusiva nas vigas pré-moldadas. “Ele possui cura térmica com vapor d´água, informa. Segundo o superintendente da Trensurb, Humberto Kasper, a obra engloba 184 mil postos de trabalho.

Canteiro de obras da Concresul, onde a empresa produz in loco o concreto usado na construção do metrô

Canteiro de obras da Concresul, onde a empresa produz in loco o concreto usado na construção do metrô

Todo cimento desta etapa do metrô será fornecido pela Itambé, que assessorou a obra para a escolha do melhor tipo de cimento, tendo em vista a necessidade de desempenho e o combate à reação álcali-agregados.

Copa 2014

Paralelo à construção da linha 1 do metrô, a Trensurb está desenvolvendo o projeto do metrô de Porto Alegre-Linha da Copa, além da ligação por aeromóvel da estação Aeroporto com o Aeroporto Internacional Salgado Filho.

A Linha da Copa é a primeira etapa da implantação de um anel metroviário com 34,4 quilômetros de extensão. O projeto prevê a construção de 15,3 quilômetros, que irão transportar, em média, 290 mil usuários por dia, com uma frota de 25 composições de 4 carros, com capacidade de 760 passageiros cada.

Com previsão de conclusão em 2013, esta nova linha permitirá que o metrô de Porto Alegre tenha capacidade total de transporte de 670 mil usuários por dia, com 24 estações convencionais e sete estações de integração multimodal. A linha da Copa tem o traçado previsto para iniciar na Avenida Borges de Medeiros, perto do Mercado Público, passando pelas avenidas José de Alencar, Azenha, Bento Gonçalves e João de Oliveira Remião, com previsão de investimento em torno de R$ 2,5 bilhões.

O projeto prevê 12 estações:
* Rua da Praia-Mercado
* Capitólio
* Daer
* Praça Itália
* Getúlio Vargas
* Botafogo
* Santo Antonio
* Barão do Amazonas
* Campus da PUC
* Carrefour
* Antonio de Carvalho
* Campus Agronomia

Haverá ainda cinco estações de integração multimodal (Beira-Rio, Rótula do Papa, Azenha, Aparício Borges e João de Oliveira Remião).

Por seu traçado, a linha da Copa atenderá 15 bairros:
* Centro
* Cidade Baixa
* Praia de Belas
* Menino Deus
* Santa Teresa
* Medianeira
* Azenha
* Santana
* Santo Antônio
* Partenon
* Aparício Borges
* João Pessoa
* São José
* Jardim Carvalho
* Agronomia

Aeromóvel

O aeromóvel, que ligará a estação Aeroporto ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, terá 854 metros de extensão, percorridos em 70 segundos. Para atender aos usuários, o aeromóvel contará com dois carros, um para 150 e outro para 300 passageiros, utilizados conforme a demanda necessária. A linha terá dois terminais, um na área paga da estação e outro junto à passarela de acesso ao edifício garagem do aeroporto. A transferência entre linhas será feita sem ônus aos passageiros, o que significa que o passageiro que desembarcar no Aeroporto Salgado Filho pagará o valor unitário da passagem para utilizar o aeromóvel até a estação, ali será possível embarcar no trem sem a necessidade de adquirir outro bilhete. Da mesma forma, o passageiro que desembarcar na estação e desejar ir ao aeroporto, pagará somente uma passagem.

O sistema será totalmente automático, sem necessidade de condutor. Além disso, o layout dos carros será feito para atender as normas do sistema de acessibilidade universal, facilitando o acesso a cadeirantes, idosos e portadores de deficiência visual. Também está previsto espaço para o transporte de bagagens e malas de viagem. O valor da obra está orçado em R$ 29,884 milhões e a Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento (Cauge), da Secretaria do Planejamento de Porto Alegre, já aprovou o Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) do projeto. Só aguarda a liberação de recursos da União para dar início ao processo de implantação.

 

Texto complementar

Linha do metro de Porto Alegre

Cronograma da obra

Trecho 1
Entre estação São Leopoldo e margens do Rio dos Sinos
No mês de setembro, o estaqueamento foi totalmente terminado. Os blocos tiveram 92% de conclusão, os pilares 88% e as travessas 76%. A conclusão total dos blocos e pilares deverá ocorrer em outubro.

Trecho 2
Pontes rodoviária e metroferroviária
Estão com o andamento prejudicado em função da grande quantidade de chuvas em setembro. Neste perímetro, o estaqueamento está 80% concluído, os blocos têm 20% e os pilares 12%. Ainda não forram iniciadas as vigas travessas.

Trecho 3
Entre as pontes e a estação Rio dos Sinos
Depende do reassentamento das famílias que vivem na Vila dos Tocos. A Trensurb e a Prefeitura de São Leopoldo entraram em acordo para que as 50 primeiras famílias sejam transferidas em caráter emergencial para o loteamento Brás 3. Este ano já foram liberados R$ 17 milhões para a construção do loteamento Leopoldo Wasun e, no ano quem vem, serão enviados mais R$ 13 milhões para infraestrutura, integrando educação, saúde e habitação.

Trecho 4
Entre as estações Rio dos Sinos e Liberdade
Esta etapa está com 65% dos estaqueamentos concluídos, bem como 51% dos blocos e 12% dos pilares. Assim como no trecho dois, aqui também não foi iniciada a etapa das travessas. As obras da estação Liberdade estão com 100% dos estaqueamentos, blocos e pilares concluídos.

Trecho 5
Corresponde à área de manobra dos trens e conta agora com 22% dos estaqueamentos construídos. No canteiro central, toda a estrutura está finalizada, além da fábrica de vigas pré-moldadas, que está em operação desde 28 de agosto. A fábrica de lajes pré-moldadas iniciou o funcionamento no dia 14 de setembro.

Desenho de como ficará a estação São Leopoldo, quando finalizada

Desenho de como ficará a estação São Leopoldo, quando finalizada

Entrevistados:
Superintendente de Expansão e Obras da Trensurb, engenheiro Humberto Kasper. Contato através de Jânio Ayres, gerente de comunicação integrada da Trensurb: janio.ayres@trensurb.gov.br

Pedro Antônio Reginato, sócio-gerente da Concresul: pedro@concresul.com

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Vogg Branded Content

7 de outubro de 2009

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil