Flávio Prando, do Secovi-SP: programa não produz o mesmo efeito que produzia em abril de 2009.