Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Mau uso do tempo traz prejuízo às empresas e aos funcionários

Comportamento e Carreira, Gestão, Gestão Estratégica 9 de setembro de 2011

Especialista em gestão de tempo, Christian Barbosa ensina que o ideal é viver intensamente o trabalho, em vez de se “matar de trabalhar”

Por: Altair Santos

A expressão “estou me matando de trabalhar” já virou bordão no mundo corporativo. Ela sintetiza um problema que tem reduzido a produtividade das empresas e, ao mesmo tempo, afetado a qualidade de vida dos funcionários. Trata-se da má gestão de tempo, como ensina Christian Barbosa, especialista em administração de tempo e produtividade. “Hoje, a gestão de tempo é essencial para as empresas que querem ter bons resultados e querem ter funcionários comprometidos. Só que as pessoas precisam aprender a viver intensamente o trabalho, em vez de se matar de trabalhar”, diz.

Christian Barbosa: boa gestão de tempo começa pela dieta de reuniões.

O que Christian Barbosa quer dizer é que durante a jornada de trabalho muitas horas são desperdiçadas sem gerar resultados. Isso ocasiona perda de energia, tanto do funcionário quanto da empresa. “As pessoas vão ter de trabalhar mais, para compensar as horas desperdiçadas, vão perder qualidade de vida, e a empresa vai perder dinheiro”, resume o especialista, afirmando que corporações e colaboradores precisam desenvolver métodos conjuntos de gestão de tempo. “É preciso saber planejar e priorizar as urgências”, completa.

Na avaliação de Christian Barbosa, dois componentes hoje tomam muito tempo dos funcionários e, consequentemente, das empresas. São as reuniões e os e-mails. “É preciso fazer uma dieta de reuniões. Elas não devem acontecer por qualquer motivo. Quanto aos e-mails, eles consomem muito tempo e acabam impedindo a produtividade. Empresas que ensinaram seus colaboradores a eliminar as reuniões sem objetivo e a controlar melhor os e-mails fizeram bem aos próprios funcionários. As pessoas descobriram que têm tempo, mas que estavam fazendo uso errado dele”, afirma.

Outro aspecto que também resulta em desperdício de tempo são as multitarefas. “Uma pessoa que é multitarefada chega a perder de 10% a 30% a mais do seu tempo”, cita Christian Barbosa, que criou um software para substituir a antiga agenda. “Os colaboradores vão lá e colocam suas reuniões, seus projetos, e o software tem uma inteligência artificial para dizer o que dá para fazer e o que não dá para fazer, com base no próprio dia a dia das pessoas. Ele faz tanto o gerenciamento pessoal quanto o de equipes”, explica.

Consultor de empresas da construção civil, Barbosa avalia que o fato de algumas delas não estarem conseguindo cumprir os cronogramas de obras – principalmente as envolvidas com construções habitacionais – não está relacionado à gestão do tempo, mas à falta de mão de obra. “O problema é que está faltando gente para dar conta de tantas obras. Não envolve tanto gestão de tempo”, avalia, alertando, porém, que as corporações precisam tomar cuidado ao adotar métodos de gestão de tempo para não criar uma organização padrão para todos. “As pessoas funcionam diferente umas das outras e é preciso respeitar isso”, conclui.

– Impactos positivos da gestão do tempo
– Diminui o volume de horas extras
– Gera comprometimento
– Reduz custos com treinamento
– Aumenta a produtividade
– Impactos negativos do mau uso do tempo
– Queda na qualidade de vida dos profissionais
– Estresse
– Problemas de imagem com o cliente
– Retrabalho

Saiba mais
Pesquisa publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, na edição de 30 de agosto de 2011, mostrou que 33% dos profissionais brasileiros admitem gastar duas horas da jornada diária de trabalho sem fazer nada de efetivo e 52% admitiram deixar as atividades necessárias para a última hora. Os números são bem maiores, se comparados a Reino Unido, Estados Unidos e Austrália. Nestes países, a média dos profissionais que não fazem gestão de tempo é de 20%.

Leia a reportagem
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/966952-entenda-por-que-voce-deixa-tudo-para-a-ultima-hora.shtml

Entrevistado
Christian Barbosa, especialista em administração de tempo e produtividade
Currículo

– Cientista da computação
– Abriu sua primeira empresa aos 15 anos e foi um dos profissionais mais jovens do mundo a receber o certificado da Microsoft.
– É fundador da Triad Consulting, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo.
– Dá treinamento e palestras
– É facilitador do programa de empreendedores do Sebrae/ONU-Empretec e autor de quatro livros sobre o tema:
– A Tríade do Tempo
– Você, Dona do Seu Tempo
– Estou em Reunião
– Mais Tempo & Mais Dinheiro, em parceria com Gustavo Cerbasi
Contato: @christiantriad (Twitter) / imprensa@christianbarbosa.com.br / palestras@christianbarbosa.com.br

Crédito: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Leia também:

1 Comentário