Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Investimento em pesquisa eleva conceito da graduação da UFSC

Qualificação Profissional, Universidade e Pesquisa 21 de setembro de 2011

Alunos do curso de engenharia civil interagem com estudos que são desenvolvidos na pós-graduação e no doutorado da universidade

Por: Altair Santos

A graduação em engenharia civil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está entre as cinco melhores do país, segundo ranking do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) com base no desempenho do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Esse salto de qualidade se deu quando as pesquisas desenvolvidas na pós-graduação do curso passaram a ser compartilhadas pelos estudantes do 1.º ao 5.º ano. “Eles passaram a ter exemplos de como se desenvolvem pesquisas e também ficaram mais engajados com o curso”, avalia o professor Glicério Triches, coordenador da graduação da UFSC no biênio 2011 e 2012.

Professor Glicério Triches: UFSC tem parcerias com agências de fomento para o desenvolvimento de pesquisas

Fundado há 42 anos, o curso de engenharia civil da UFSC vem aprimorando cada vez mais seu colegiado docente. Atualmente, todos os professores têm dedicação exclusiva e 85% possuem doutorado e conciliam aulas para a graduação e a pós-graduação. A universidade também apura o conhecimento recebendo investimentos de agências de fomento como FINEP, CNPq, CAPES.  “Desenvolvemos a capacidade de captar recursos para pesquisas, o que também tem atraído a parceria de empresas estatais do setor elétrico e a Petrobras”, revela Glicério Triches. “São projetos que envolvem de R$ 40 mil a R$ 5 milhões por ano, que nos chegam sob a forma de bolsa de estudos, equipamentos e insumos para nossos laboratórios”, completa.

A construção civil tem espaço relevante dentro da graduação e da pós-graduação da UFSC. Há linhas de pesquisa concentradas especificamente na aplicação da nanotecnologia no concreto e no cimento. “Temos um grupo de cinco professores que trabalham nesta área especificamente, no desenvolvimento de produtos à base do cimento Portland”, professor Glicério Triches. A UFSC também compartilha seus laboratórios com a ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) e os abre para ensaios de materiais de empresas privadas. “A Toniolo e a Blocaus têm parceria para o aprimoramento de seus sistemas produtivos”, destaca.

Entre as áreas da construção civil pesquisadas pela UFSC estão:
– Gerenciamento da construção
– Conforto ambiental
– Alvenaria estrutural
– Novos materiais
– Concreto
– Resíduos na construção

O curso de engenharia civil da UFSC atualmente conta com 640 alunos matriculados na graduação e outros 300 divididos entre mestrando e doutorando. Segundo a coordenação da universidade, apesar de a demanda por engenheiros ser alta, o objetivo é não antecipar etapas. “Não estamos direcionados a acelerar processos para abastecer o mercado. O importante é a boa formação de nossos alunos”, diz o professor Glicério Triches, admitindo, porém, que de dois anos para cá todos os formandos já saem empregados. “Esta mão de obra está sendo absorvida predominantemente na construção civil”, afirma o coordenador do curso de engenharia civil da Universidade Federal de Santa Catarina.

Campus da UFSC, em Florianópolis: atualmente, graduação de engenharia civil tem 640 alunos

Entrevistado
Professor Glicério Triches, coordenador do curso de graduação em engenharia civil da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)
Currículo

– Graduado em engenharia civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) 1981
– Tem mestrado em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 1985 e doutorado em infraestrutura aeroportuária pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) 1993
– É professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 1984
– Foi coordenador do programa de pós-graduação em engenharia civil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) entre 2005 e 2009)
– No biênio 2011 e 2012 assumiu a coordenação da graduação em engenharia civil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
– Tem experiência na área de engenharia civil, com ênfase em rodovias, projeto e construção, atuando principalmente nos seguintes temas: dimensionamento de pavimentos, controle tecnológico de execução, avaliação de pavimentos, desempenho de pavimentos, comportamento dos materiais empregados na pavimentação, engenharia rodoviária e mecânica dos solos
– Atualmente tem se dedicado a pesquisar temas relacionados com a sustentabilidade dos empreendimentos rodoviários. Coordena do Grupo de Pesquisa Rodovias Verdes e é responsável pelo site www.rodoviasverdes.ufsc.br
– Pesquisador CNPq, nível 2 a partir de março de 2010
Contato: ecv1gtri@ecv.ufsc.br /coord.ecv@ecv.ufsc.br

Créditos Fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Leia também: