Internet democratiza ações de marketing imobiliário

Mariana-Ferronato

Internet democratiza ações de marketing imobiliário

Internet democratiza ações de marketing imobiliário 564 511 Cimento Itambé

Meio digital potencializa resultados, muda relação com o cliente e permite que pequenas e médias construtoras sejam tão competitivas quanto as grandes

Por: Altair Santos

Atualmente, há uma certeza no mercado imobiliário brasileiro. Não se sobrevive sem investimento em marketing. Das gigantes, às médias e pequenas empresas do setor, todas buscam ações para atingir o consumidor. A internet é, seguramente, o canal mais usado para propagar mecanismos de divulgação, venda e convencimento de clientes. Segundo a publicitária Mariana Ferronato, a mídia eletrônica democratizou o marketing imobiliário. “Hoje, praticamente todas as empresas e profissionais do mercado possuem condições de divulgar seus imóveis online, não necessitando de altos investimentos como outras mídias, que ainda por cima não permitem a mensuração e controle dos resultados. A internet possibilita o controle total do investimento, gerando ações mais inteligentes. Por isso, digo que a internet democratizou o marketing imobiliário“, avalia.

Mariana Ferronato: marketing influencia da escolha do terreno à entrega do empreendimento.

As ferramentas de marketing tornaram-se tão fundamentais que passaram a influenciar o empreendimento em todas as suas fases. “As ações envolvem desde a escolha do terreno até a entrega da obra. Especificamente sobre o projeto, o marketing imobiliário, acompanhado de pesquisas de demanda, define o produto projetado através de dados sobre o público-alvo e dos empreendimentos concorrentes no entorno”, explica a especialista, lembrando que esses estudos servem para balizar as empresas diante de um consumidor cada vez mais capacitado para tomar decisões menos impulsivas e mais inteligentes. “Por outro lado, as ações de marketing, especialmente de construtoras e incorporadoras, estão cada vez mais sedutoras, usando jantares, eventos e artistas famosos para atrair o cliente”, completa.

Essa é uma estratégia recorrente entre as gigantes do setor – Gafisa, Cyrela, Even, Brookfield, MRV, Tecnisa, Rossi, PDG, Rodobens e Plaenge -, que também se especializaram em utilizar as redes sociais para interagir com os consumidores. Em 2009, por exemplo, a Tecnisa efetuou a primeira venda de um apartamento pelo twitter. “De lá para cá, as empresas amadureceram a linguagem social. Hoje, com o crescimento do Facebook no Brasil, além da popularização do acesso móvel, via smartphones, a tendência é que este modelo de venda seja definitivamente incorporado pelas Companhias”, cita Mariana Ferronato.

A especialista não esquece de ressaltar que soluções como e-mail marketing ainda são muito eficientes. “Apesar do grande preconceito existente contra o e-mail marketing, ele é uma das grandes ferramentas disponíveis para o marketing imobiliário. Ocorre que, para ter retorno, é necessário uma série de boas práticas que na grande maioria das vezes não é realizada. Entre elas, a mais importante é a segmentação. Não adianta oferecer um empreendimento de 900 mil reais para um mailing de pessoas que não tenham dinheiro para comprar. O retorno nunca virá”, reforça.

Um dos empecilhos para que o marketing imobiliário aja com eficiência, segundo a publicitária, é a gestão centralizadora e conservadora de uma parcela das empresas do setor. Ela usa como exemplo a estratégia que algumas Companhias utilizam de não divulgar o preço do imóvel na internet. “O que muitas empresas não se atentaram é que com a internet o consumidor passou a querer as informações agora. No caso do preço, o que ocorre é que se o cliente não achá-lo no site de quem construiu, ele procura na internet e acha o mesmo imóvel, com preço, no site de outra imobiliária ou de algum corretor. Assim, esconder o preço, que poderia ser uma estratégia para aumentar leads de potenciais compradores, acaba reduzindo o número de contatos”, alerta, concluindo que quem não quiser se abrir para todas as possibilidades do marketing imobiliário é melhor continuar na “era das placas”.

Entrevistada
Mariana Ferronato, publicitária e idealizadora do marketingimob.com, o principal site de marketing imobiliário do Brasil
Currículo
– Publicitária, idealizadora do marketingimob.com
– Possui 8 anos de experiência na gestão de marketing de imobiliárias e construtoras
– Atualmente é gerente de marketing no portal imobiliário VivaReal (vivareal.com.br) em São Paulo
– Atua como palestrante em mais de 10 estados e é colunista para revistas do segmento
Contato: marketingimob@gmail.com
Créditos foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil