Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Inteligência de Mercado

Gestão, Marketing e Vendas 7 de agosto de 2007

Veja a entrevista de Robson Alberoni, Presidente do Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado (IBRAMERC)

Em entrevista ao Itambé Empresarial, Robson Alberoni, Presidente do Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado (IBRAMERC), explica as vantagens da Inteligência de Mercado para as empresas crescerem com mais rentabilidade.

Itambé Empresarial – Um dos principais conceitos disponíveis atualmente no que diz respeito à gestão empresarial é o Business Intelligence; mas, o que é Inteligência de Mercado?

Robson Alberoni – Inteligência de Mercado pode ser definido como um processo de construção da inteligência ativa para ajudar nas tomadas de decisões. Estes processos envolvem o monitoramento dos mercados de atuação das empresas, clientes, concorrentes e fornecedores. Não significa que as empresas não fazem este trabalho, com certeza muitas já o fazem, porém sem terem um processo estruturado. A estruturação dos processos garante a qualidade e a disponibilização da informação trabalhada no momento certo para a pessoa certa. A IM está ligada no que acontece fora da empresa (mercado) e o BI está focado nas informações internas (transacionais).

IE – Quais são os benefícios, ou vantagens, de se ter (ou se fazer) uma Inteligência de Mercado?

Robson Alberoni – A principal vantagem é poder criar uma visão de futuro, ajudando nas tomadas de decisões que poderão influenciar no caminho de crescimento e rentabilização da empresa. Os processos de IM podem ser direcionados tanto para ações táticas quanto estratégicas.

IE – O conceito de Inteligência de Mercado (IM) está, em geral, associado à Inteligência Competitiva (IC), então, qual a diferença entre elas?

Robson Alberoni – São termos muito similares e ambos processos estão focados em ajudar a empresa a crescer com rentabilidade. Na minha opinião, podemos colocar que a IM tem um foco no mercado (clientes, setores e concorrentes) e a IC tem um foco maior na competitividade, analisando com maior ênfase os concorrentes. Porém, não podemos nos prender aos termos e sim na função da área definida pelas empresas, que deve sempre ter o foco em encontrar caminhos de crescer e rentabilizar.

IE – Qual o papel da comunicação na Inteligência de Mercado e como ela deve ser assumida?

Robson Alberoni – A comunicação, como em todos os processos, tem extrema importância na implementação e na mudança cultural. Novas áreas e novos processos devem ter uma clara comunicação dos objetivos e das vantagens de sua existência. A Inteligência de Mercado não é uma área isolada da empresa. A IM deve envolver toda a empresa na democratização da informação de forma estruturada, pois todos os funcionários têm condições de contribuir com a produção deste conhecimento.

IE – Quais são os processos de Inteligência de Mercado?

Robson Alberoni – Os processos são:
Identificação das necessidades dos tomadores de decisão;
Planejamento e coleta de informações;
Análise e formação de cenários/hipóteses;
Disseminação do conhecimento e
Checagem da aplicação do conhecimento gerado.

IE – A Inteligência de Mercado interfere no Planejamento Estratégico?

Robson Alberoni – A IM auxilia na estruturação das informações e cenários que serão utilizados pela área de Planejamento Estratégico. O processo do Planejamento Estratégico não sofre interferência da IM e sim uma complementação que possibilita uma maior interação e dinamismo.

IE – Quais são as implicações legais e éticas?

Robson Alberoni – As atividades dos profissionais de IM devem ser realizadas com respeito à ética e à legislação em vigor. Nosso trabalho é encontrar sinais dentro das informações disponíveis e de forma estruturada que possam fazer a diferença no momento da tomada de decisão. Nosso trabalho está longe de ser caracterizado como espionagem, compra de informações sigilosas, suborno, fraude, estelionato ou interceptação de correspondências e fluxos de informação. Podemos levar em consideração a seguinte situação: “Se você não quer ver o seu nome envolvido em escândalo no jornal, simplesmente não faça”.

IE – Como se fazer as coletas e Fontes de Informação?

Robson Alberoni – Existem diversas formas que auxiliam no processo de coleta de dados e informações. Gostaria de reforçar que a maioria das informações encontra-se dentro das próprias empresas, ou seja, cerca de 70% das informações necessárias para o processo de análise já existe dentro da própria companhia. É uma questão de transformar o conhecimento tácito em conhecimento explícito. Os processos estruturados de IM devem contribuir para isso.

As formas de coleta para auxiliar esta transformação e as fontes utilizadas são: as pesquisas de mercado, internet, coleta interna, feiras e eventos em geral, seminários e congressos. Hoje o mercado pode ser considerado a principal fonte de informação.

IE – O que se pode esperar da Inteligência de Mercado?

Robson Alberoni – Pode-se esperar a construção de processos estruturados e uso de metodologia para gerar inteligência ativa. O que significa esta inteligência ativa? Entregar o produto da inteligência antecipadamente à decisão, ou seja, informação certa, na hora certa, para a pessoa certa.

IE – Qual será a diferença do antes e depois de se fazer Inteligência de Mercado?

Robson Alberoni – A grande diferença que as empresas perceberão ao longo do tempo será na construção do domínio das informações estruturadas. As informações deixam de ser das pessoas e passam a ser da empresa.

Referência:
Créditos: Caroline Veiga



Tags:
Leia também: