Informações no saco de cimento ajudam a boa obra

materia1-capa

Informações no saco de cimento ajudam a boa obra

Informações no saco de cimento ajudam a boa obra 542 387 Cimento Itambé

Norma técnica e boletim da ABCP definem dados relevantes que devem vir impressos na embalagem do produto para orientar consumidor

Embalagem de cimento Itambé: frente e verso seguem orientações da norma técnica e da ABCP

Embalagem de cimento Itambé: frente e verso seguem orientações da norma técnica e da ABCP

Os sacos de Cimento Portland trazem informações relevantes para a qualidade da obra e também para a segurança de quem manipula o material. Por isso, o recomendável é observar as orientações. A embalagem traz desde a composição do produto até a maneira correta para estocá-la. Também são relevantes dados de como aplicar o cimento, para qual tipo de obra ele é recomendado e os tempos de mistura e de cura. A principal norma técnica do produto é a ABNT NBR 5732:1991 – Cimento Portland Comum, que define também as informações que a embalagem deve trazer na frente e no verso.

É igualmente importante que o saco tenha o selo de qualidade da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) o que atesta que o material foi produzido atendendo todas as exigências de norma. Em seu boletim técnico 106, a ABCP orienta como estocar os sacos. “Recomenda-se a estocagem de cimento sobre um tablado de madeira, montado a pelo menos 30 cm do chão ou do piso, e não formar pilhas maiores do que 10 sacos. O acúmulo de muitas embalagens umas sobre as outras tende a criar sobrecarga nos primeiros sacos, o que pode endurecer o material contido na embalagem”, diz o documento.

A pilha recomendada de 10 sacos, além de preservar as propriedades do cimento, também facilita a contagem, tanto na hora da entrega quanto no controle do estoque. No mesmo documento, a ABCP alerta que as propriedades do cimento se conservam intactas por três meses, a partir da data da fabricação, desde que bem estocado. Aliás, a embalagem tem grande importância na preservação das propriedades do cimento. Não é à toa que ela é usada em todo o mundo. Feito em papel kraft de múltiplas folhas para proteger o cimento da umidade e facilitar o manuseio no transporte. Além disso, permite o enchimento com o material ainda bem quente.

Embalagem é a bula do cimento

Informações que vêm no verso da embalagem de cimento Itambé: aplicações de uso, além de uma linha 0800 para falar diretamente com a empresa

Informações que vêm no verso da embalagem de cimento Itambé: aplicações de uso, além de uma linha 0800 para falar diretamente com a empresa

Orienta a ABCP que não é recomendável usar o cimento quente, pois pode afetar a trabalhabilidade da argamassa ou do concreto. Deve-se deixá-lo descansar até atingir a temperatura ambiente. Em caso de uso em regiões de clima frio, a temperatura ambiente pode ser tão baixa que ocasionará um retardamento do início de pega. Para que isso não ocorra, convém estocar o cimento em locais bem protegidos.

O saco de cimento está para o material como a bula para o remédio. No caso dos produtos da Cimento Itambé, por exemplo, o verso da embalagem traz os seguintes dados: informações ao consumidor, composição, recomendações quanto ao uso, como aplicar na produção de concreto, os cuidados na concretagem, o transporte e o lançamento, além de informações sobre adensamento e cura e, em destaque, orientações de risco à saúde. O saco traz também a ficha técnica do produto e para quais aplicações aquele tipo de cimento é recomendado. Um diferencial é o telefone 0800 41 9002 impresso na embalagem, onde o usuário pode esclarecer dúvidas com a assessoria técnica do fabricante.

Fora do Brasil não é diferente. As embalagens de cimento também seguem normas técnicas e precisam trazer as sete informações fundamentais:
– Como manipular o produto
– Riscos ao usuário
– Forma correta de estocar
– Recomendações de uso
– Composição do cimento
– Quais as suas aplicações
– Ficha técnica do produto

Veja o Cimento Certo para cada tipo de obra: clique aqui

Acesse aqui o boletim técnico da ABCP sobre utilização do Cimento Portland.

Entrevistado
Reportagem com base no boletim técnico 106, da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland), na norma técnica ABNT NBR 5732:1991 – Cimento Portland Comum e na embalagem do produto da Cimento Itambé

Contato
abcpsp@abcp.org.com
www.cimentoitambe.com.br/produtos/

Crédito fotos: Cimento Itambé

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil