Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Com gabinete itinerante, CREAs vão onde obra está

Gestão, Gestão de Obras, Inovação, Novas Tecnologias 7 de dezembro de 2016

Conselhos percorrem estados para levar conhecimento técnico, fiscalizar e estabelecer parcerias com universidades e prefeituras

Por: Altair Santos

O CREA-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro) é um dos poucos no Brasil – junto com os CREAs do Espírito Santo, do Ceará e do Mato Grosso do Sul – a ir onde a obra está. Ao percorrer municípios fluminenses com o gabinete itinerante, o conselho cumpre três tarefas ao mesmo tempo: aproxima-se das coordenações regionais, leva palestras técnicas para engenheiros, agrônomos e outros profissionais que atuam no interior e melhora a fiscalização em canteiros de obras. “Esse tipo de ação ocorre uma vez por mês e mobiliza uma equipe de pelo menos 15 profissionais”, diz Felipe Brasil, assessor de desenvolvimento do interior do CREA-RJ.

No Espírito Santo, CREA tem um veículo para o gabinete itinerante

No Espírito Santo, CREA tem um veículo para o gabinete itinerante

Parceria com a Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro) permite que o gabinete itinerante do CREA-RJ leve palestras técnicas gratuitas, com foco na inovação e na empregabilidade de engenheiros e agrônomos. “O próximo passo é desenvolver um programa de compliance (cumprimento de leis, normas e regulamentos) para construtoras de médio e pequeno porte. Além disso, essa sinergia permite identificar e certificar empresas que estejam atuando em conformidade com o exercício profissional (aquelas que contratam trabalhadores credenciados pelo CREA). Essa é uma inovação que o gabinete itinerante potencializa”, revela Felipe Brasil.

Presidido pelo engenheiro eletricista Reynaldo Barros, o CREA-RJ terá em 2017 um gabinete literalmente itinerante. O conselho está adaptando um veículo para transportar a equipe e servir de escritório nas viagens. O objetivo é dar mais agilidade ao programa criado em 2015. Outra meta para o ano que vem é estreitar parcerias com universidades, entidades profissionais, prefeituras e câmaras municipais. “Assim, nossos inspetores regionais e representantes ganham visibilidade e passam a ter mais influência nas políticas públicas que envolvem a engenharia”, avalia o assessor do CREA-RJ.

Palestras e capacitação
No mês de novembro, em sua mais recente ação, o gabinete itinerante esteve na região norte do estado do Rio de Janeiro. No dia 9, passou por Santo Antônio de Pádua, fazendo a entrega das carteiras profissionais na inspetoria local. Dia 10, o município visitado foi Campos dos Goytacazes, quando foram entregues as portarias de nomeação aos inspetores da região norte. Também houve o seminário “Progredir – Capacitando e desenvolvendo o profissional do futuro”, além das seguintes palestras: “Mercado e Aplicações de Drones e Energia Fotovoltaica e Eólica” e “Autovistoria predial”.

Desde que começou a percorrer o estado, o gabinete itinerante do CREA-RJ já passou por todas as regiões do Rio de Janeiro. A cada deslocamento, podem ser visitadas até 50 empresas, dependendo do tamanho do município. O programa também faz questão de estar em uma universidade da região, para se aproximar dos estudantes dos cursos correlatos com o conselho. O mesmo roteiro é seguido pelos CREAs de outros estados que também possuem gabinetes itinerantes. O do Espírito Santo – o primeiro a ser criado – está um passo à frente e já possui, inclusive, o veículo adaptado para percorrer as cidades capixabas.

Entrevistado
Engenheiro agrônomo Felipe Brasil, assessor de desenvolvimento do interior do CREA-RJ

Contato
atendimento@crea-rj.org.br

Crédito Foto: Divulgação/CREA-ES

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: