Fogo no Flamengo reforça revisão da norma de inspeção predial

Tragédia deixa como legado a importância de se implantar como força de lei a ABNT NBR 16747, que está em revisão

Fogo no Flamengo reforça revisão da norma de inspeção predial

Fogo no Flamengo reforça revisão da norma de inspeção predial 520 310 Cimento Itambé
Flamengo

Sede do centro de treinamento do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu: inspeção predial teria poupado vidas. Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

Uma inspeção predial no alojamento que abrigava parte dos jogadores das categorias de base do Flamengo, no centro de treinamento Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, teria poupado a vida dos 10 atletas mortos – vítimas do incêndio que atingiu o local. A recente tragédia deixa como legado a importância de se implantar como força de lei a ABNT NBR 16747 – Inspeção Predial, diretrizes, conceitos, terminologia, requisitos e procedimento. A norma técnica, que está em processo de revisão, esteve em consulta pública nacional até 14 de fevereiro de 2019. Ela prioriza os sistemas estruturais, hidráulicos, elétricos, de segurança contra incêndio e de acidentes das edificações.

Para o assessor parlamentar da presidência do Crea-PR, o engenheiro civil Euclésio Manoel Finatti, o incêndio no Flamengo poderia ser evitado mesmo sem a norma. “Se as condições mínimas exigidas hoje fossem cumpridas, a tragédia teria sido evitada. Reafirmo que temos mecanismos normativos que, se cumpridos, evitariam centenas de acidentes em obras”, diz Finatti, que acompanha o processo de revisão da ABNT NBR 16747. Segundo o engenheiro, a readequação da norma prioriza as condições mínimas de durabilidade, habitabilidade e segurança das edificações.

Os novos parâmetros que a ABNT NBR 16747 irá abranger só se tornaram possíveis após o surgimento da Norma de Desempenho – ABNT NBR 15575. “A Norma de Desempenho é um marco para a construção civil brasileira. A partir de sua publicação, todos os profissionais passaram a projetar edificações com um maior grau de credibilidade. Antes da 15575, faltava algo que pudesse balizar aquilo que a norma de Inspeção, ora em estudo, se propõe a avaliar melhor”, completa Euclésio Manoel Finatti.

Expectativa é de que a ABNT NBR 16747 entre em vigor até o final de 2019

A ABNT NBR 16747 vai priorizar os imóveis construídos antes de junho de 2013. “Quando ela entrar em vigor, os proprietários de imóveis, síndicos de condomínios e o poder público deverão avaliar as edificações baseadas nos critérios estabelecidos pela norma. A edificação que passar pelo crivo positivo estabelecido pela norma terá segurança de habitabilidade comprovada. Como consequência, o imóvel terá maior valor”, avalia o engenheiro do Crea-PR. A expectativa é de que a ABNT NBR 16747 entre em vigor até o final de 2019.

A comissão de estudos que cuida da revisão define a inspeção predial descrita na norma como um exame “clínico geral”. “A proposta é que ela avalie as condições globais da edificação e detecte a existência de problemas de conservação ou funcionamento, com base em uma análise fundamentalmente sensorial por um profissional habilitado. Com base nesta análise, pode ser recomendada a contratação de inspeções prediais especializadas ou outras ações para que se possa aprofundar e refinar o diagnóstico. Os procedimentos e recomendações para as inspeções prediais especializadas não estão cobertos por esta norma”, esclarece.

Entrevistado
Assessor parlamentar da presidência do Crea-PR, engenheiro civil Euclésio Manoel Finatti
(via assessoria de imprensa)

Contato: comunicacao@crea-pr.org.br

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil