Empreendimento ecológico em forma de libélula

Empreendimento ecológico em forma de libélula

Empreendimento ecológico em forma de libélula 150 150 Cimento Itambé

O edifício Dragonfly propõe a reinserção da natureza no cotidiano das grandes metrópoles

Créditos: Vanda Pereira Cúneo – Assistente de Marketing

Projeto Dragonfly

Projeto Dragonfly

O projeto Dragonfly é um edifício ecológico “em forma de libélula” que foi desenvolvido pela empresa Vincent Callebaut Architectures para resolver o problema da poluição e reconectar a população de Nova York à natureza. Sua estrutura conta com duas torres simétricas transparentes, no formato de asas, que se conectam por meio de uma estufa, climatizada graças ao sistema interno de recolhimento de energia solar. Todas as paredes são preenchidas com hortas e a água utilizada é coletada, tratada e reaplicada nas plantações. Além da arquitetura inteira focada no ideal verde, o projeto do edifício ainda destaca uma belíssima vista do skyline de Nova York.

Interior do edifício

Interior do edifício

Com áreas residenciais e comerciais cercadas de jardins, orquidários, pontes suspensas, plantações de arroz e – surpreendentemente – fazendas cheias de animais, o empreendimento terá como objetivo a produção de alimentos que possam satisfazer os habitantes da cidade. Tudo o que for colhido nesse universo verde será distribuído com maior rapidez e facilidade. Consequentemente, a circulação dos grandes caminhões que, hoje, transportam produtos agrícolas do campo para a metrópole será bastante reduzida.

Dragonfly e o skyline de Nova York

Dragonfly e o skyline de Nova York

Projeto Dragonfly

Projeto Dragonfly

Fonte: Revista Casa e Jardim

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Tempestade Comunicação

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil