Eduardo Zaidan: expectativa é de que um novo ciclo virtuoso da construção civil comece a partir de 2016.