Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, diretor da Escola de Engenharia da UFRGS: concreto-têxtil é um grande avanço, pois não corrói com a ação do tempo