Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Concreto bóia?

Sobre Concreto 18 de agosto de 2009

A canoa de concreto armado mais antiga do mundo, foi construída por Joseph Louis Lambot no Sul da França em 1848

Créditos: Engª Naguisa Tokudome – Assessora Técnico Comercial Itambé

Após a exibição da canoa de concreto em 1855 no Exposition Universelle em Paris, esta técnica foi aprimorada pelos europeus para a utilização do concreto em barcos e navios.

Durante a primeira Guerra Mundial, o presidente dos EUA, aprovou a construção de 24 navios. Devido a escassês do aço, projetistas utilizaram a patente de um inventor norueguês que substituía o aço do casco por concreto. Destes 24, somente 12 foram construídos a um custo de aproximadamente US $50 milhões. Quando os navios foram finalizados, a guerra já havia acabado.

Após quase 30 anos de avanços tecnológicos do concreto, na segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos lançaram uma frota de 24 navios mais leves e resistentes que seus predecessores. Em média, um navio era construído por mês.

A partir disso a aplicação do material se expandiu como em embarcações com concreto protendido, plataformas marítimas, faróis, portos e casas flutuantes.

Há mais de 2000 anos atrás, Arquimedes explicou este fenômeno da física. “Todo corpo mergulhado num fluído (líquido ou gás), sofre por parte do fluído, uma força vertical para cima, cuja intensidade é igual ao peso do fluído deslocado pelo corpo.” Ou seja, para projetar um objeto flutuante, é necessário calcular o volume de água que este objeto irá deslocar (densidade da água é igual a 1000 kg/m3). Se a massa do objeto exceder a massa da água deslocada, o objeto irá afundar.

Um cubo de concreto é mais denso que o mesmo cubo de água (densidade média do concreto comum é igual a 2400 kg/m3) e, de acordo com o princípio de Arquimedes, o concreto irá afundar. Porém, se o concreto possuir o formato de um barco, o volume total do barco será a combinação do seu material com o ar. Logo, a densidade do todo se torna menor que da água, o que resulta na flutuação.

Um exemplo de construção moderna em concreto flutuante, é a plataforma de gás natural Troll A, localizada na costa da Noruega. Nesta obra, a densidade do concreto foi modificada para trazer mais leveza à estrutura. Parte do agregado “normal” foi substituída por agregado leve de altíssima qualidade. A densidade do concreto obtido in loco foi de 2250 kg/m3 e resistência de 75 MPa aos 28 dias de idade. O agregado leve apresenta benefícios como melhor comportamento em ambientes gelados. Esta obra possui o título mundial de maior plataforma de gás em alto-mar.

Plataforma Troll

Plataforma Troll

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Tempestade Comunicação



Tags:
Leia também:

1 Comentário