Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Clube da Reforma busca aumentar a qualidade das construções

Área Técnica, Construindo Melhor 20 de julho de 2010

Visando auxiliar a população de baixa renda, a iniciativa reúne indústria, varejo e sociedade.

Por: Lilian Júlio

Valter Frigieri Junior

Na hora de construir uma casa muitas famílias brasileiras acabam optando por fazer isso sem a ajuda de uma construtora – é o mercado de autoconstrução, que abriga 70% das moradias do país. De acordo com dados da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) são cerca de 14 milhões de operações de construção realizadas por ano nas quais os próprios moradores escolhem os materiais da obra, contratam profissionais sem a qualificação necessária e desenvolvem o projeto. Para melhorar a qualidade dessas construções a ABCP criou o Clube da Reforma.

O que mais preocupa os idealizadores do clube é a falta de capacitação profissional: por causa dela as residências acabam tendo sérios problemas, como infiltração, rachaduras e desconforto térmico. Para resolver estes problemas o Clube da Reforma atua em quatro frentes: assistência técnica, comunicação, crédito e multiplicação. “O mercado de autoconstrução (ou autogestão) é muito grande, porém desorganizado. Algumas instituições já trabalham para reverter este quadro e o trabalho do Clube da Reforma é reunir todas essas ações e agir em conjunto com a sociedade”, explica o idealizador do Clube da Reforma, Valter Frigieri Junior.

Atuação do Clube da Reforma

Os trabalhos do Clube da Reforma começaram há 10 meses, quando a ABCP montou a estrutura primária do projeto. “Nós organizamos a casa – como funcionaria o Clube, quem faria parte da coordenação, como aconteceria o relacionamento com a sociedade. O próximo passo é buscar entidades parceiras – empresas produtoras, varejo, organizações sociais – para colocar em prática nosso objetivo: melhorar a qualidade das construções brasileiras, principalmente, as moradias da população de baixa renda”, afirma Frigieri, que também é gerente nacional de mercado da ABCP.

Mesmo, efetivamente, antes de buscar parceiros, cerca de 40 organizações já declararam seu apoio ao Clube. “Como nossa intenção é trabalhar em nível nacional, precisamos de mais parceiros – nesse primeiro momento, buscamos empresas já com tradição no mercado”, declara Frigieri. A meta do Clube da Reforma é, até 2014, influenciar um milhão de moradias por todo o Brasil – e para isso irá trabalhar com quatro temas – pilares do projeto. “Tudo parte da assistência técnica – a criação de cursos, cartilhas, treinamentos, liberação de crédito, além de dicas técnicas para a população de baixa renda”, explica.

Além da assistência técnica, o Clube da Reforma irá promover a liberação de crédito para reformas (dentro dos padrões de qualidade) e também a comunicação, para que a população tome conhecimento de que existe uma frente que luta para aumentar a qualidade das edificações. “Tudo o que for produzido pelas entidades não será propriedade do Clube e, sim, da sociedade. Qualquer um – varejo, empresas, organizações sociais – pode usar o material, afinal a multiplicação do conhecimento é direito de todos”, afirma Frigieri.

Para ajudar o Clube da Reforma é preciso fazer parte de uma organização – empresarial ou social. “Nesse primeiro momento não será possível a participação da pessoa física, mas já estamos criando mecanismos de interação para que todo cidadão possa contribuir com essa causa”, finaliza Frigieri.

Para conhecer o Clube da Reforma acesse www.clubedareforma.com.br.

Entrevistado:
Valter Frigieri Junior
Currículo:
– Engenheiro de Produção e Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da USP com especialização em Gestão da Engenharia e da Tecnologia.
– Professor de Estratégia da Fundação Vanzolini.
– Participou da equipe de consultoria que desenvolveu os processos de mudança na Método Engenharia.
– Cocriador da Comunidade da Construção.
– Atualmente é gerente nacional de mercado da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), e foi um dos idealizadores do Clube da Reforma – que hoje coordena pela ABCP.

Email:
marta.oliveira@abcp.org.br (Assessoria de Imprensa)

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Tags:
Leia também:

2 Comentários