Paulo Safady Simão, no M&T Expo 2015: não se pode deixar o Minha Casa Minha Vida morrer