Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Campanha Mundial Colored Concrete Works

Área Técnica, Construção Sustentável, Construindo Melhor, Sobre Cimento, Sobre Concreto, Sustentabilidade 10 de novembro de 2010

Pigmento Bayferrox e sistema construtivo REDMIX pretendem inovar obras de concreto

Por: Michel Mello

Com o objetivo de apresentar ao mercado brasileiro estudos de casos, tecnologias, conceitos técnicos de aplicações e as vantagens do sistema construtivo tipo REDMIX, concreto colorido arquitetônico, a Lanxess Energizing Chemistry do Brasil realizou no último mês de setembro o 1º Fórum Colored Concrete Works. O evento teve a participação de um seleto público-alvo composto por projetistas, engenheiros e arquitetos do Brasil e do exterior, reunidos com um único objetivo: aumentar o uso do concreto pigmentado nas obras do país.

O sistema foi desenvolvido pela matriz da Lanxess na Alemanha e procura estimular o uso do concreto pigmentado Bayferrox em obras. Uma das vantagens deste sistema é dispensar a pintura, pois incorpora o pigmento à massa, diminuindo a manutenção das fachadas integralmente.

O pigmento é encontrado em sacos de 20 e 25 kg e pode ser incorporado à massa de duas maneiras:

– a primeira, conforme recomenda o fabricante, é que seja adicionado à dosagem de 4 a 5 % sobre o peso do cimento na própria usina concreteira;

– o segundo modo seria fazer a mistura no local da obra, dentro do caminhão betoneira.

Concreto

Giselle Martins, coordenadora da Lanxess para a América Latina, ressalta que “é muito importante caminhar junto com os clientes nesse processo de construção, com as concreteiras e todo segmento envolvido, pois somente dessa maneira temos o retorno e a possibilidade de conhecer sobre as obras e suas necessidades”.

A coordenadora também destaca que a Lanxess tem entre suas motivações para investir no Brasil as obras da Copa 2014, das Olimpíadas 2016 e fomentar alternativas para projetos arquitetônicos de um modo geral.

“Trata-se não apenas de um sistema construtivo, mas sim de propor uma inovação nesse segmento e de fornecer respostas a projetos em termos de materiais, inovando em concreto colorido. Parafraseando o arquiteto Jesús Marino Pascual: ‘Trata-se de colocar cor, no design dos projetos e com isso modificar o papel e a posição das obras em um contexto arquitetônico e urbanístico’”, enfatiza Giselle Martins.

A coordenadora ainda destaca as obras realizadas em São Paulo, “onde o diferencial não é apenas conceitual, mas uma tendência que vai desde a concepção até a composição de todo o conjunto arquitetônico integrado, como as obras do Hotel Unique, assinado pelo arquiteto Ruy Otake, e o projeto da Praça das Artes, anexa ao Teatro Municipal de São Paulo”.

Lanxess Energizing Chemistry do Brasil

A Lanxess é parte do grupo Químico Bayer da Alemanha e nasceu há seis anos, a partir de um projeto chamado Inorganic Pigment Group. Essa proposta tem como finalidade desenvolver novos materiais de construção, sistemas construtivos como o REDMIX, tintas e plásticos pigmentados. No 1º Fórum, a Lanxess também mostrou cases mundiais de obras realizadas com o uso do concreto colorido. O destaque é para as obras:    

– Hotel ESO, Cerro Pantanal, Chile

Hotel ESO, Cerro Pantanal, Chile

A fachada é toda feita em concreto tipo REDMIX e procura integrar o prédio do hotel como parte dos elementos da paisagem. Quem desenvolveu a obra foi o escritório da Auer+Weber+Architekten, de Munique, na Alemanha, e a gerência do projeto ficou a cargo dos arquitetos Philipp Auer e Dominik Schenkirz, em conjunto com a equipe Robert Giessl, Michael Krüger, Charles Martin.
Dados técnicos
Período de construção:
1998 – 2002
Espaço bruto: 12.000 m²
Volume bruto: 40.000 m³
Área interna líquida: 8.000 m²
Pigmento: BAYFERROX® 600 N 2,3%, calculado no cimento
Concreto: Classe de resistência à compressão C20/25 (B25) e C27/37 (B35)

– Bodega Antión, La Rioja, Espanha

Bodega Antión, La Rioja, Espanha

A obra do arquiteto Jesús Marino Pascual transformou uma adega em um destacado centro de visitação. “A bodega não é apenas um lugar para fazer e armazenar o vinho, é também definido como um centro de visitação, onde os hóspedes podem aprender detalhes sobre vinho”, disse Pascual.
Dados Técnicos
Período de Construção: 2004 – 2007 
Equipe técnica: J.M.P. y Asociados S.L. – Arquitetura Miguel Blanco G.E. ingenieros
Empresa construtora: ACCIONA
Área: 14.166,70 m²
Pigmento: Amarelo formirapid®, Bayferrox® 920
Quantidade: 12.000 m³ de concreto

Entrevistada:
Giselle Martins
Currículo
– Engenheira Química pela Escola de Engenharia Mauá.
– Pós-graduada em Administração Industrial na Fundação Vanzolini da Universidade de São Paulo.
– Coordenadora de pesquisa e desenvolvimento de materiais de construção, em duas grandes cimenteiras do país.
– Em 2004, iniciou suas atividades na Lanxess, no departamento de Assistência Técnica da unidade de negócios Pigmentos Inorgânicos.
– Desde 2007, lidera o time de técnicos no Brasil, além de prestar suporte aos clientes B2B na América Latina, pertencentes aos segmentos de construção, tinta e plástico.
Contato: giselle.martins@lanxess.com

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Tags:
Leia também: