Marco Aurélio Alberton, do SindusCon-SC: quando há denúncia, procuram-se acordos pontuais