Atualização de Normas Brasileiras

Atualização de Normas Brasileiras

Atualização de Normas Brasileiras 150 150 Cimento Itambé

Programa inédito da Itambé atualiza clientes sobre normas brasileiras

Créditos: Engº. Jorge Aoki – Gerente de Assessoria Técnica Itambé

Embora a publicação no Diário Oficial da Lei 8.078 em 11 de setembro de 1990, mais conhecida como Código de Defesa do Consumidor, tenha tornado obrigatório o cumprimento das normas brasileiras, ainda hoje muitas empresas correm sério risco de receber reclamações, ou mesmo ações indenizatórias, de produtos e serviços que não atendam às especificações das normalizações vigentes.

A ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – é o órgão responsável e trata-se de uma entidade privada e sem fins lucrativos que fornece a base necessária para o desenvolvimento tecnológico brasileiro.

Uma grande dificuldade das empresas é tomar consciência da importância de acompanhar a atualização das normas. Mesmo com as facilidades atuais de comunicação, empresas de diversos portes e mesmo muitas daquelas localizadas em grandes centros, ignoram as especificações e, na realidade, perdem uma grande oportunidade de melhorar a qualidade de seus produtos e serviços, além de atender às recomendações do Código de Defesa do Consumidor. As alegações vão desde custos altos, passando por dificuldades de mercado e falta de mão-de-obra específica.

O acompanhamento e obediência às normas traz somente benefícios para as companhias. Um programa da Itambé, em andamento há um mês, tem o objetivo de informar aos clientes as atualizações e publicações de novas normas, por tipo de produto que cada empresa produz. Assim, por exemplo, os fabricantes de postes de concreto recebem todas as informações relativas a seu produto final ou materiais componentes deste produto. Os itens têm a seguinte abrangência:

– Instalação das Comissões de Estudo (CE), que é o fórum de discussões das questões pertinentes a cada norma;

– Atas das reuniões da CE com o andamento das discussões;

– Publicação dos textos finais em Consulta Nacional para as últimas observações;

– Publicação da norma e disponibilização para aquisição dos usuários.

Desta forma, o envolvimento dos responsáveis técnicos das empresas passa a ser feito com mais atenção aos requisitos das normas e, conseqüentemente, a qualidade dos produtos e serviços melhora.

Jornalista Responsável: Rosemeri Ribeiro Mtb. 2696

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil