Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Areia natural ou artificial?

Mercado da Construção, Sobre Cimento, Sobre Concreto 13 de maio de 2009

Custos e características técnicas determinam a opção para a escolha do material mais adequado

Créditos: Engº. Jorge Aoki – Gerente de Assessoria Técnica Itambé

Areia natural ou artificial?

Os agregados utilizados no concreto, brita e areia – desempenham uma função primordial, pois representam de 75% a 85% do seu volume. Também requerem atenção no momento da dosagem, já que suas características nem sempre são uniformes. Esta particularidade impõe cuidados especiais no momento de receber os materiais nas unidades produtoras, caso contrário o concreto pode ter desempenho totalmente diferente daquele calculado previamente nos estudos dos traços em laboratório.

Dos materiais componentes do concreto, a areia natural é o que tem mais dificuldade em manter a produção ou extração, por conta das exigências ambientais. Com isso, aparece outra desvantagem: o frete. Cada vez mais os areais se afastam dos centros consumidores e o transporte, em muitos casos, tem um custo maior que o próprio material. Nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, a distância média chega hoje a mais de 100 km.

Por outro lado, a areia artificial, ou também chamada areia industrial – obtida nas instalações de britagem -, geralmente tem sua produção em locais mais próximos das centrais de concreto ou das obras, além de aproveitar parte do material de descarte das minerações. Isso tem aumentado a demanda e feito com que os fabricantes de equipamentos de britagem invistam em tecnologia para obter materiais regulares, com boa distribuição granulométrica e baixo teor de material fino (pulverulento). Ou seja, procura-se ficar mais próximo possível da areia natural, o que permitiria sua substituição total. Hoje, ainda é mais comum a substituição parcial, embora em determinados processos, pelo alto custo da areia natural, a utilização seja de 100%.

A vida útil das instalações de britagem é bem longa, muito maior que as instalações de extração de areia natural, salvo algumas raríssimas exceções. Este cenário determinará a crescente tendência de utilização da areia artificial, pelo simples motivo de que em muitas regiões estarão extintas as reservas minerais naturais de extração. Em algumas instalações de britagem, o que começou como um aproveitamento ou complemento para a otimização do processo, já passou a ser equivalente à fabricação da pedra britada. Na realidade, é apenas uma questão de tamanho dos grãos, ou seja, de sua granulometria.

O concreto é o material de construção mais utilizado no mundo e a areia representa cerca de 30% de seu volume. Portanto, sua extração natural, com o passar do tempo, ficará insustentável. Assim, novas formas para a obtenção deste agregado deverão ser estudadas. A reciclagem dos próprios materiais utilizados na construção civil pode ser uma saída.

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Tempestade Comunicação



Tags:
Leia também:

51 Comentários