Ambiente seguro e saudável

Ambiente seguro e saudável

Ambiente seguro e saudável 150 150 Cimento Itambé

Gestão da Saúde e Segurança Integrada à Qualidade e ao Meio Ambiente

A busca pela excelência e superação de seus objetivos sempre marcou a trajetória da Cia. de Cimento Itambé e é sem dúvida o agente dos nossos sucessos.

Confira abaixo um histórico dos certificados obtidos:
A primeira certificação ISO da Itambé foi conquistada no ano de 1996 na norma de Gestão da Qualidade ISO 9002 e no ano de 2002 fomos a 1ª cimenteira do Brasil a converter o certificado para a versão 2000 da norma que, além de outros novos requisitos, passou a exigir também a melhoria contínua como compromisso das empresas certificadas.

Como a preocupação da Itambé não fica restrita às questões de Qualidade de seus processos e a conseqüente superação das expectativas de seus clientes, em 2003, a companhia foi recomendada à certificação ISO 14001 que trata das questões Ambientais. Neste mesmo ano, fomos a 4ª empresa no Mundo a receber 4 estrelas na primeira auditoria internacional no então sistema NOSA de gestão de Saúde e Segurança.

Em 2004 houve uma revisão na norma ISO 14001 que passou também a exigir a comprovação da busca pela melhoria contínua no desempenho da gestão Ambiental e em 2005 fomos a 1ª empresa no Brasil indicada para certificação na norma revisada.

Em 2005 fomos certificados na versão 1.999 da norma internacional de Saúde e Segurança OHSAS 18001 (Occupational Health and Safet Assessment Series) e no SIG – Sistema Integrado de Gestão que consolidou em um único sistema a certificação nas normas ISO 9001:2000, ISO 14001:2004 e na OHSAS 18001:1999.

Após termos sido os primeiros do Brasil indicados para a ISO 9001 versão 2000 e para a ISO 14001 versão 2004, após auditoria realizada de 10 a 12 de Setembro, recebemos a 1ª indicação no Brasil, pela SGS ICS Certificadora, para a certificação na OHSAS 18001, versão 2007.

A norma OHSAS 18001 versão 2007 passou por uma revisão objetivando ficar mais alinhada às normas ISO 9001:2000 e ISO 14001:2004. Em 2005, o grupo de trabalho da OHSAS começou o processo de revisão da versão de 1999.

A OHSAS 18001 é uma especificação para sistemas de gestão de Saúde e Segurança no Trabalho, desenvolvida por um grupo independente de organismos de certificação e organizações de padronização internacionais.

A revisão inicial teve sua minuta publicada para consulta pública em Janeiro de 2006. Após a análise crítica dos 500 comentários recebidos, durante um novo encontro do grupo de trabalho em Madrid, em novembro de 2006, foi publicada uma segunda minuta.

O grupo de trabalho da OHSAS se encontrou novamente em Shanghai, China, em Março de 2007. Os comentários acerca dessa segunda minuta foram analisados e estabeleceu-se um consenso para a versão final.

Oficialmente publicada em 01 de julho de 2007, a nova OHSAS 18001:2007 está mais alinhada às normas ISO 9001:2000 e ISO 14001:2004, mantendo a mesma ordem de requisitos e a maioria das mudanças da ISO 14001:2004. Isso deverá facilitar a integração dos sistemas de gestão e aumentar o interesse pela OHSAS, muito mais orientada a resultados.

Mudanças mais relevantes na nova versão 2007:

– Foi dada maior ênfase à “saúde” em equilíbrio com a “segurança” (no que compete a avaliação de perigos e riscos e seus controles).

– Modelo PDCA de melhoria contínua.

– Houve em toda a norma uma melhoria significativa no alinhamento com a ISO 14001:2004 e a ISO 9001:2000.

– Foi incluída uma nova seção sobre avaliação do atendimento de requisitos legais.

– Foram incluídos novos requisitos para a investigação de acidentes.

– Na Política assim como nos Objetivos e Metas, passa a ser mandatório que seja explicitado os objetivos gerais da empresa para com os resultados da gestão da saúde e segurança.

Resultados práticos

Como resultado da implementação do Sistema de Gestão de Saúde e Segurança integrado aos Sistemas de Gestão Ambiental e de Qualidade, podemos afirmar que hoje temos uma eficaz sistemática de levantamento e gestão dos riscos associados à nossa atividade. E, como principal conquista, o número de acidentes de trabalho com afastamento por mais de um turno envolvendo funcionários Itambé caiu de 2 por mês, em média, em 1999 para zero em 2007. Nosso recorde atual é de 659 dias sem acidentes com afastamento.

Ser a 1ª empresa no Brasil recomendada também para esta norma vem coroar o esforço de todos para assegurarmos um ambiente de trabalho cada vez mais seguro e saudável.
Referência:
Créditos: Rogério Lunardon – Gerente da Qualidade da Itambé

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil