Aeromóvel de Porto Alegre tem previsão de ficar pronto em 2012

Aeromóvel de Porto Alegre tem previsão de ficar pronto em 2012

Aeromóvel de Porto Alegre tem previsão de ficar pronto em 2012 150 150 Cimento Itambé

Obra vai consumir 2.600 m³ de concreto e trem vai circular sobre pilares e vigas de pré-moldado que pesam até 80 toneladas

Por: Altair Santos

Atualmente, uma das principais obras em andamento em Porto Alegre – prevista no cronograma de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014 – é a construção do aeromóvel. O veículo sobre trilhos irá percorrer um trecho de 998 metros, fazendo a ligação entre o aeroporto internacional Salgado Filho e a estação de metrô mais próxima do complexo aéreo da capital gaúcha.

Etapa de estaqueamento já começou e 48 pilares produzidos pela Premold vão sustentar o aeromóvel

Trata-se de uma engenharia meticulosa, já que envolve a fabricação e o transporte de grandes peças de concreto pré-moldado. Os 48 pilares, cada um pesando 12 toneladas e medindo 15 metros, serão transportados da fábrica Premold, em Sapucaia do Sul – distante 20 quilômetros de Porto Alegre – até o local da construção, enquanto outras 48 vigas, cada uma pesando 80 toneladas, serão fabricadas no próprio canteiro de obras do aeromóvel.

Segundo o engenheiro Amilton Ribeiro, gerente de fiscalização da ETM Integradora de Serviços de Engenharia Ltda., empresa que lidera o consórcio do empreendimento, a construção do aeromóvel vai envolver 2.600 m³ de concreto. “As peças maiores são as que comportarão o duto de propulsão e os trilhos de rodagem do veículo”, explica. A expectativa é de que o aeromóvel seja inaugurado no primeiro semestre de 2012.

Os trens que irão circular sobre a estrutura em pré-moldado não utilizam a tecnologia MagLev, mas sim um sistema de propulsão pneumático. O ar é soprado por ventiladores industriais de alta eficiência energética, por meio de um duto localizado dentro da via elevada. O vento empurra uma aleta (semelhante a uma vela de barco) fixada por uma haste ao veículo, que se movimenta sobre rodas de aço em trilhos. “Para nós é um projeto inédito”, explica Amilton Ribeiro.

Atualmente 90 pessoas trabalham na construção do aeromóvel. Segundo relatório de fiscalização da Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A) de setembro de 2011, a obra está com 36% de sua execução concluída. A fase atual é de instalação de 204 estacas para receber os pilares, e também de montagem das formas das vigas que serão fabricadas “in loco”.

Simultaneamente, o canteiro de obras já recebeu 20,9 toneladas de trilhos ferroviários, por onde os trens irão percorrer. Além disso, os dois veículos – um com capacidade para 150 passageiros, outro para 300 – estavam com 29% de seus projetos concluídos até setembro de 2011. A empresa responsável pela fabricação do aeromóvel é a T’Trans Sistemas de Transportes S.A. O custo total do empreendimento está estimado em R$ 29.877.9
57,31.

Formas para produzir as vigas no local da obra. Cada peça vai pesar até 80 toneladas.

Traçado do aeromóvel, que vai ligar o aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, ao metrô da cidade, terá 998 metros

Animação do aeromóvel de Porto Alegre: http://vimeo.com/14681034

Entrevistado
Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A)
Contato

kaue.menezes@trensurb.gov.br (assessoria de imprensa)
http://www.aeromovel.com.br
http://www.trensurb.gov.br
Twitter: @Trensurb

Créditos Fotos: Divulgação/Trensurb

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
28 de setembro de 2011

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil